A SOLIDÃO DA PAIXÃO

De que adiantou
Ela se apaixonar?
Só aprendeu
o que é sangrar.
Ajeitou seu lugar
Porque ele ia chegar
E o relógio a lhe avisar:

"-Ele não vem!!!!"
No peito um nó!
"-Não tens ninguém... És só!!!"

A cama ela arrumou
Depois se perfumou
E pôs-se toda a esperar.
Um passo no portão
Gelou seu coração
Era o fantasma da ilusão.

"-Ele não vem!!!!"
No peito um nó!
"-Não tens ninguém... És só!!!"

E assim na explosão
vazia da paixão
entorpeceu a solidão.
Ela apagou a luz
O que ia fazer?
Guardou-se inteira pra morrer!

"-Ele não vem!!!!"
No peito um nó!
"-Não tens ninguém... És só!!!"

® Música e Letra: Van Luchiari

6 MIL RECADINHOS:

Thiane disse...

Van, que lindo e que triste. Por que a gente sofre tanto às vezes, né? Será que é possível se desapegar dos outros? Beijos e brigada por passar lá no blog. Pode deixar que eu volto sempre!

Zana disse...

linda demais Van!!!eh inveja branca que eu tenho de vc viu!!!!rs

Sir DoRego disse...

Triste esse escrito ...mas bonito o que o torna necessário

Sir DoRego disse...

o que o torna real digo mais....

Ricardo Rayol disse...

Triste, legal, mas triste.

Osc@r Luiz disse...

Tô com o Rayol...
Beijo!

 
©2009 VAN FILOSOFIA! | by Van Luchiari