A ESPERA TEM MIL OLHOS

Ela espera, ela quer, ela deseja. Ela faz pela manhã o seu café preto. - Forte. Pouco açucar. - Para compensar as noites mal dormidas. Ela suspira. Involuntariamente. Por dentro, vive uma ilusão. É quase uma "Alice" maravilhada dentro do espelho. Ela sonha. Ela fantasia que as coisas aconteçam e voltem a ser como foram um dia. Ela espera. Ela secretamente deseja que algo aconteça e que o céu se abra e que os segredos do mundo sejam finalmente revelados e que o milagre a pegue de surpresa numa súbita generosidade do destino. Ela se deixa envolver pelas delícias de um bom banho. Deixa que a água caia e escorra pelo seu corpo semi-adormecido. Ela espera. Ela espera que o telefone toque, que chegue alguma mensagem. Ela espera por algum sinal. Qualquer um. Ela espera que seus ouvidos ouçam aquela voz que lhe arrancava distraidamente os sorrisos. Ela suspira e ao fazer isso incorpora todos os sonhos e fantasias que a habitam há tanto tempo. Ela suspira denovo. Ela sente seu coração batendo, apesar de semi-vazio. Ela se deita um pouco. Come alguma coisa. Ouve os sons da cidade estardalhando lá fora e para disfarçar os ruídos e a dor ela põe-se a ouvir músicas. Bota alguma voz aveludada no velho som - companheiro fiel - e espera! Ela quer. Ela deseja. Ela se serve de uma dose perfeita de Jack Daniel's. Ela fecha os olhos. Ela pensa que por dentro ela é toda errada. Ela queria que ele tivesse aparecido hoje. Que ele tivesse mais tempo pra ela. Que ele lhe desse mais, que ele se importasse mais. Ela acredita que não é assim tão importante para ele. Mesmo assim, ela espera. Ela se lembra de tudo. Ela desconfia que irá chorar. Ela desconfia que o caminho que pegou não tem volta, mas sabe que mesmo assim não há mais jeito de pegar outro rumo. Ela sabe que não é importante. Mas espera. Espera porque é assim que ela é. Espera porque esperar é tudo o que ela tem. Mais nada. Ela gostaria que ele ligasse, que dissesse algumas palavras, que estivesse mais perto, que lhe dissesse coisas do querer. Queria ser a única. Ela arruma alguma gaveta. Ela revê algumas fotos. Ela se satisfaz. Ela espera. Ela espera. Por dentro ela é pura falta. Por dentro ela é lacuna, espaço vazio. O copo, agora também vazio, denuncia algum fim. Ela suspira. Sabe que vai perder mais uma vez. Sabe que vai chorar mais uma vez. E que o seu coração irá se partir denovo. Dá um último e derradeiro gole na bebida entorpecente, como se esse gole final pudesse mudar o destino traçado pra ela. Como se na última gota estivessem todas as suas esperas. Ela relembra... E relembrar é um preencher instantâneo, mas efêmero. Ela se sente só. A música continua. Ela está tonta. Ela suspira. Ela adormece. Ela termina. Ainda deseja. E porque deseja, ela põe-se a esperar... E espera.

* Quadro: Klimt

19 MIL RECADINHOS:

Lord Broken Pottery disse...

Van,
Bonita e triste revelação da alma feminina. Gostei!
Beijo

Silêncio de Chumbo disse...

bonito texto.... parabéns!!

bjo

Fabricio Dolci disse...

vai cansar de tanto esperar, hein..rssssssss

lindo texto amiga..

BEIJOS

Bia Ferreira disse...

Ultimamente pra mim tem sido um tempo só de esperas... às vezes é necessário...
Lindo texto!!!

ZANATÓRIO disse...

A paciência é uma grande virtude!!bjus

Van disse...

LORD: Eu me revelei? Ops! ;)
Minha alma é mesmo transparente. "Se eu tivesse mais alma pra dar eu daria. Isso pra mim é viver!"

SILÊNCIO: Brigadinha, querido. Que bom você por aqui.

DOLCI: Podexá que eu espero deitada.
;) Beijuca

BIA: Querida...
"Quando se deixa de esperar, têm-se todas as coisas!"

ZANA: Tem razão. Paciência é fundamental! Pena que às vezes a gente a perde...

Chawca disse...

Saber dosar a espera com a ação é sabedoria...
E as mulheres são mestaras nisso...

Chawca disse...

Baixei algumas músicas da sua banda e estou adorando....
Sua voz é linda, parabéns..

Van disse...

CHAWCA: Você tornou o meu dia mais feliz com esse elogio! Obrigada! ;) É bom ter quem saiba me OUVIR mesmo sem VER! Beijuca

Leticia disse...

Paciência pode ser uma virtude...ou acomodação.
Eu tô aqui de novo curtindo sua música, Bjks.

DM disse...

Acho que a paciência para se esperar alguma coisa, é sempre uma virtude, embora as vezes canse um pouco ...

Belíssimo texto, VAN ! Se der hoje mesmo entro no Blog da Mamãe!
Beijos

Van disse...

LETÍCIA: Você tem toda razão! E eu sempre fui bastante impaciente, aflita, afoita com as coisas. Quando quero, quero! Insisto! Mas tem coisas que nem assim! "Infelizmente nem tudo é exatamente como a gente quer!"
Beijo, querida. Continue me ouvindo.

DM: Tem coisas que a gente espera, espera, espera, espera, espera.... Em VAN....OPS! Em vão! Deveríamos ocupar o tempo com outras. Pena que não existe um indicador de coisas furadas, né? Seria mais fácil!
Beijuca

gdec disse...

Esperamos sempre; de mais, talvez, mas não tem remédio.

Sim, foi no seu "guestbook" que eu tentei entrar. Sou muito principiante nesta coisa da tecnologia . Só sei escrever e,nem semprte, bem.
Um abraço
geraldes de carvalho

Prill disse...

ela espera, ela sofre de otimismo crônico...espera em pé ou sentada e, enquanto espera, a outra escreve...escreve bem o que vê pra ficar claro pra todo mundo o tempo que leva pro tempo da espera passar. desconfio que ele sempre passa. tenho certeza de que ela escreve numa melancolia gentil. me perguntei duas ou três vezes se ela andou me espiando, mas não. outro eu, com outros nós.

adorei!
beijos, continue!
inspirações

Van disse...

G: Vou te explicar. É simples.

PRILL: Mulher, mulher! Isso não é um comentário! Isso é uma alma escancarada! Lindo!
São muitos os nós em mim! Um dia desato todos!
Beijuca

AP disse...

Ai, ai... Estou esperando também... Parece que você leu minha alma nesse post, querida!!! É conto? Poema? Mas podia ser a minha vida também... Hoje estou numa espera feliz, contando as horas... Beijos, linda!

Van disse...

AP: Essas esperas felizes como a sua de hoje até que fazem a vida melhor não é? Que TODAS as suas esperas sejam exatamente desse tipo! Boa sorte, amore! Tô aqui, torcendo muito! Beijuca ;)

Osc@r Luiz disse...

Eu esperaria também...
Mas ao invés do Jack Daniel's, o faria com Jhonnie Walker.
Talvez a espera fosse menor...
Parabéns!
Adoro seus textos, sua música, seu mistério.
Beijo.

Van disse...

OSC@R: EsperaRIA! Esse não é bem o tempo verbal que vc gosta!!!! Nem eu, confesso!
Então Johnny Walker tem o poder de encurtar as esperas???? UAU! Vou trazer um par de litros aqui pra casa então.... Será que eu corro riscos de virar alcoólatra??? E agora? Isso sim é que é mistério! Obrigada, tb adoro muitas coisas em vc! ;) Beijuca

 
©2009 VAN FILOSOFIA! | by Van Luchiari