WARNING! WARMING!

Sou um Vice-Versa Ao Contrário
Andando Invertido na Contra-Mão! ... Ou não!
Mas eu conheço os meus caminhos ...
Sei como chegar até os meus mais escondidos vãos.
É nos meus avessos que eu perco a direção...


8 MIL RECADINHOS:

Eduardo P.L. disse...

Muito bonito e simpático seu blog. Gostei. Obrigado pela visita ao Varal. Volte sempre!

Bjs

Edson Marques disse...

É um poema deliciosamente anticontraditório...



Abraços, flores, estrelas!



.

DM disse...

Lindo como sempre, passei aqui só para matar as saudades! É sempre um prazer ler você !!!!

Van disse...

EDUARDO: Obrigada! Adorei sua visita. Volte mais! Vou adorar!

EDSON: Ou não. Poesia é contradição?
Sempre um prazer receber-te aqui!
Beijuca

DM:Também estava com saudades, vaquinha querida!!!! Some não!
Beijuca

Fabricio Dolci disse...

pois �...

"a estrada perdida
que dita o ritmo da minha vida"...



beijos

ZANATÓRIO disse...

mas essa moça anda criativa so!!!bjus

Osc@r Luiz disse...

É!
Ou não!
Também, sei lá...
Beijos!

Antônio Alves disse...

Um poema-símbolo da inquietação, espero que você não mate esse bichinho que fica coçando seu cérebro e coração. Há braços!


Antônio Alves
No Passeio Público
Postagens às quartas e domingos

 
©2009 VAN FILOSOFIA! | by Van Luchiari