O AMOR....

UPDATE:
O amor é como um toque invisível de dor e prazer, querer e arder, desejo e ausência. O amor é como mãos delicadas e cruéis mexendo em tudo por dentro. O amor é como um vôo sem pouso certo. Como um laço que não desfaz, como um salto em câmera lenta num abismo. O amor é como uma inundação devastando tudo pelo caminho. O amor é como um raio partindo a vida ao meio. É um sussurro inaudível gritando que quer, que precisa, que existe, que goza, que virá! O amor é como um respirar aflito que busca e alimenta. O amor é o tempo congelado no momento exato do encontro. É o passado fazendo-se presente. É o futuro se abrindo aos olhos que eram fechados. O amor dói e fantasia. O amor é arrependimento e ingenuidade. O amor contém todas as perguntas. O amor detém todas as respostas. O amor queima e cura. O amor sangra e cicatriza. O amor é falta! O amor é longe! O amor é quando! O amor é nunca! O amor é como um conto que se conta à noite, quando há estrelas, quando há lua. O amor adormece e fecha os olhos e faz sonhar. O amor é um espelho refletindo beleza e verdade. É uma lente cristalina filtrando o mundo e a vida... e só sobra ele, o amor! Ah, o amor... Eu te quero, amor, como possível, como concreto... Grafitado no muro do agora, do hoje, do veemente. Eu te amo, amor, urgente! Eu te amo já! Eu te amo ontem e amanhã e infinito! E o amor é sopro invisível de vida. É palavra improferida, profana. É a nudez devassada e entregue. É assim o amor! O meu! O amor que te tenho e dou e quero. É assim... Invisível. Indizível. Guardado. Segredo. Inconfessável. Profano. Sagrado. Etéreo. Grito. Silêncio. Eu te amo assim, do amor como ele é! Nú e indefeso. Meu e seu. Só e completo! Eu te amo de amor! Ah, eu te amo de amor!

14 MIL RECADINHOS:

Erika disse...

Nu.. indefeso... inconfessável.

Ao mesmo tempo herói...alarde...morada...

Total antítese.

Beijos

Van disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Van disse...

Érika: Querida, ai ai....
Que culpa tenho eu se só sei amar assim: Antítese e ao mesmo tempo tão nítido, tão grito no telhado! É....eu amo estardalhaço, mas estardalhaço interno. Dentro de mim, meu amor é festa! Cá fora é cofre.
Que bela antítese!
;)
Mas assim ou assado, o importante é sentir!
Beijucas procê

Leticia disse...

Que lindo!!!!!!
Só quem realmente ama sabe o quanto ssa miscelãnia de sensações é.
Dói, sangra depois acaricia, conforta.
E depois que se ama não tem mais volta...
Para não deixar de citar nossa música amada, que tanta espelha o que sente , um trecho de uma obra de arte, pra mim a mais linda síntese sobre o amor:
"por ser exato o amor não cabe em si,
por ser enantando,o amor revela-se
por ser amor invande e fim."!!!!!!!!

Van disse...

LETÍCIA: É isso....
Invade................ E fim!
(ai ai)

Priscilla Santos disse...

A minha ligação com morangos supera a minha ligação com qualquer outra coisa! Quer dizer, nem todas. Algumas são intimamente relacionadas... hehehe

hahahahahhahahahahahaha
obrigada, como sempre. por comentar apesar dos meus silêncios.
bom amor!

um beijo

Eneida disse...

Continuo achando que o escrever se compara ao cantar!
Beijão!

Van disse...

PRILL: Querida... Sempre um prazer comentar lá e receber-te aqui! Sou sua fã!

ENEIDA: Agradeço de coração! De verdade! ;) Brigada, querida!

Edson Marques disse...

VAN,


belíssimo texto!


E o amor também é a vida partindo um raio ao meio.

E juntando-lhe os dois pedaços!


Abraços, flores, estrelas..

.

AP disse...

Querida, lindo, lindo, lindo... Mas hoje eu só posso dizer: o amor é um saco!

Ricardo Rayol disse...

Minha querida, mas que belissimo texto. Irretocável. Matou a pau.

Van disse...

EDSON: Você sempre tem razão!!!!!
A tua poesia está mil anos à frente da minha! Um dia eu chego lá!

AP: Querida, isso também! Falha minha. Deveria ter incluído essa frase no poema! O AMOR É UM SACO!

RAYOL: Eu tinha certeza! No fundo, no fundo você é um romântico incurável e apaixonado! Que delícia isso! Desvendei você! hahahahahahahahaha
Beijuca - Te adoro!

Patty disse...

Q lindo Van,
Fico repetitiva, mas é só o q me cabe dizer. Lindo!!!

Beijos e boa semana querida.

Sir DoRego disse...

o amor é cego....e só por isso é perfeito por que ama sem preconceito, sem filtros apenas por instinto...
saudações sinceras garotaVan!

 
©2009 VAN FILOSOFIA! | by Van Luchiari