SENTIDOS

Para Wolverine - Feche os olhos para ler!

...Quando eu quero sentir de verdade, fecho os olhos! É quando eu fecho os olhos que eu te vejo claramente. A minha visão de ti me limita. Limita o meu sentir-te mais profundo. Não preciso de olhos físicos pra sentir as sensações todas que você pode me dar e que eu posso sentir. Eu gosto de ver com os olhos de dentro.

E é assim:
PELO TATO - Eu te sinto. Sinto tuas nuances mais íntimas. Descubro teus montes, teus buracos, tuas marcas, tua história toda ali impressa na tua pele. Tua textura, a textura da tua língua em mim, a textura dos teus dedos e dos teus pelos. A textura da tua boca e do teu membro e do teu corpo, pedaço por pedaço. Eu te toco. Você me toca. O toque faz crescer e latejar. E eu fecho os olhos pra sentir-te!
PELO OLFATO - Os teus cheiros todos me estremecem, me despertam, me animam, me excitam, me umedecem, me estimulam, me fazem ousada e criativa. Animal no cio, eu te busco. Exala o teu odor que é através dele que te acho e te trago pra dentro quando inspiro você. E eu fecho os olhos pra respirar-te!
PELA AUDIÇÃO - Eu te canto com todas as minhas vozes. Eu sussurro em teu ouvido. Eu sinto prazer e dou meus gemidos. E você me diz o que eu quero ouvir... Em palavras, em grito, em gemidos e sussurros, em canções. E a tua boca fica em foco! E a tua voz penetra no mais fundo e isso é provavelmente a última coisa de ti que eu esquecerei. A voz é mais eterna. Finda por último. Entra mais fundo. E eu fecho os olhos para gemer-te e sussurrar-te!
PELO PALADAR - Eu te como. Eu te provo. Eu quero tudo o que há em ti. Sou gulosa! Tenho gula de ti! Eu sinto o teu gosto, os teus fluidos, os teus prazeres... O teu hálito me dá de beber, o teu corpo me dá de comer. Eu te engulo, eu te mordo, eu te mastigo... E minha língua brinca de descobrir teus temperos, teus ácidos, teus azedos, teus amargos.... e teus doces!!! Ah os teus doces! Eu te lambuzo e te como. Por prazer. Por gula. Eu como você. E provo todos os teus sabores . E eu sou a tua comida! E misturo tudo o que é teu a tudo o que é meu! E eu fecho os olhos para saborear-te!
PELA VISÃO - Eu perco tudo isso! Perco a profundidade! Ver é limite! Ver é sentir incompleto. Ver é periférico. E eu não sou periférica. Vivo de profundezas. As minhas. As tuas. Eu quero ver-te (e vejo) com os olhos de dentro. Com os olhos de sentir. E sentindo-te, vejo-te completamente!!!

Eis a resposta!

10 MIL RECADINHOS:

Wolverine Logan disse...

Me senti despido até a alma, o que que é isso menina?!!

AP disse...

Essa é a Van... Transforma dever de casa em prazer e obra de arte. Beijos, minha linda!

Priscilla Santos disse...

ih...de novo, olha o que me restou:

DO CARALHO!!!

pra mutante nenhum botar defeito (obs> menina, como esse rapaz faz sucesso!)

tua escrita está foda!! parabéns. beijo

Erika disse...

minhanossinhoradataquicardia, Van!!!

Vc conseguiu o que o Magneto tentou a vida toda.... Matou o Wolverine rsrs..

Beijoooooooooooo

Sir DoRego disse...

que beleza!

Fabi disse...

Excelente.

Deixou o mutante molinho...

Edson Marques disse...

Belíssimo texto!


Esplendoroso!!!


Mas para te amar, não bastam os cinco sentidos!



Abraços, flores, estrelas..


.

Menina Malvada (Ou Kaka) disse...

UAUUUU!
Que coisa mais linda!

Alguém ficou com vergonhaaaa! Hahahaha!

Beijocas

rafael disse...

Van

Inacreditável o que você faz com as palavras.....

Quanto mais a leio, mais eu vejo o quanto sou racional, vivendo demais dentro da minha cabeça, e deixando de viver no corpo e coração.

Tuas palavras tem vida....

beijo

Van disse...

WOLVERINE: "Isso" é o jeito como eu sinto, como eu amo, como eu quero!!!! Sentir pra mim é desse jeitinho.

AP: Você é suspeita! hahahahha
Te adoro, amore!

PRILL: Brigada, querida. Vindo de você é mais do que um elogio!

ÉRIKA: hahaha - É mesmo! Eu tenho mania de entrar sem bater. Entrei!

SIR: Brigadinha! Adoro você. Desculpe a ausência. Mas não me esqueço de ti, não. Beijuca

FABI: Querida, ele ficou molinho é? Não tô sabendo..... hehehehe Molinho é bom, mas eu prefiro.... OPS! Deixa quieto! hahahahahahahaha
(Brincadeirinha)
Ai, que vergonha do que eu disse!
Coisa feia falar assim em público.
Tsc, tsc!

EDSON: Uaaaauuu! Eu também amo com mil sentidos! Os mais sutis, os mais intrínsecos, os mais polêmicos. E todos elas ainda me parecem pouco pra tanto sentir que tenho pra dar....

KAKA: Alguém????? Vergonha????? Quem???? Quem??????
;) Beijuca querida!

RAFA: Agora fiquem sem palavras... As tuas me deixaram muda! Que delícia de comentário. Minhas palavras agradecem de coração.

 
©2009 VAN FILOSOFIA! | by Van Luchiari