MORANGOS E MIGALHAS

Eu não quero os teus restos
Isso não me basta, Isso não me resta.
Eu gosto de inteiros.

Eu não quero a tua fresta.

Vou sair dos teus escombros.

Vou arrancar-me teus assombros.

Eu só queria os teus arroubos.
Tua língua em meus morangos.
Cansei de escapar por entre seus poros.

Cansei de escorrer por entre seus dedos.

Cansei de vazar pelos teus buracos.

Cansei de engolir os teus medos.
As tuas migalhas, amor

eu deixo pros médios
, eu deixo pros fracos.
Porque eu sou dos fortes, amor
sou dos grandes e sou dos completos.

Demorei, mas aprendi. Eu não caibo mais em ti.
Não quero mais ser teu remendo.
Por isso eu te deixo - Morrendo!

7 MIL RECADINHOS:

Leilane disse...

Quere é poder! ;)
encantador o seu cantinho particular...


tenha uma ótima semana!

Leilane disse...

Quere é poder! ;)
encantador o seu cantinho particular...


tenha uma ótima semana!

Leticia disse...

Sempre intensa, inteira.
Quem se contenta com pouco, pra mim só pode dar pouco.
"Mas muito pra mim é tão pouco
E pouco é um pouco demais..."
Bjs querida, parabéns pela indicação do blog á outro prêmio, vc merece!

Osc@r Luiz disse...

É...
Não é tempo de morangos.
Agosto é mês do "cachorro louco".
Bem que Renatinha avisou no blog dela...
Beijos, querida.
Fica bem!

Ricardo Rayol disse...

Chega de meias verdades ou meias mentiras..

Menina Malvada (Ou Kaka) disse...

Que SHOW!

Aliás, cada dia é uma surpresa prá mim... Hahahaha!

Adorei... Também não sou de meias palavras e meios amores...

Beijão!

Erika disse...

"Porque eu sou dos fortes, amor
sou dos grandes e sou dos completos.
Demorei, mas aprendi. Eu não caibo mais em ti."

Ponto final.

Beijos queridissima

 
©2009 VAN FILOSOFIA! | by Van Luchiari