SER

Eu já quis ser um elefante indiano. Não um de verdade, mas um daqueles cravejados de pedras coloridas preciosas, miçangas e canutilhos. A tromba sempre em pé. Um bem grande. Daqueles que colocamos com a bunda virada pra entrada que é pra dar sorte. Já quis ser um desses. Eu seria um elefante brilhante e feliz!
Eu já quis ser um girassol. Insistentemente nascendo da terra meio-seca. Crescendo rápido e sempre em direção à luz. Apontando as pétalas todas pro alto! Caule longo, firme, flexível. Um girassol feliz e exibido com toda a sua amarelice convencida! Eu seria um girassol metido!
Eu já quis ser uma obra de arte rara num museu importante. Resguardada e vigiada como um tesouro! Um quadro enorme com tintas antigas e provavelmente misturadas à mão. Um quadro com alguma cor recentemente descoberta pela alma de algum gênio. Um quadro que tivesse sido pintado em meio a orgasmos e dor e angústia e paixão. Eu seria um quadro apaixonado!
Eu já quis ser uma escultura também. Esculpida por mãos eróticas e sensuais. Retirando de mim o que me prendesse e escondesse minha forma verdadeira. Uma escultura feita por um escultor atento e sensível que veria o que eu sou e o que existe debaixo da pedra bruta e atrapalhada e que fosse deslizando as mãos rudes e ásperas por mim até que eu me revelasse como eu realmente sou e estivesse completamente nua diante do meu artista-amante. Eu seria uma escultura deslumbrante!
Eu já quis ser uma gata. Provar da mobilidade e da falta total de medo de saltos. Poder cair em pé. Subir, escalar, pular por sobre os telhados. Gozar de sete vidas. Caçar borboletas e passarinhos. Ficar horas observando... E ganhar almofada e trato. Uma gata com seu mistério embutido e latente e seus olhos azuis e penetrantes. Eu seria um gata manhosa!
Eu já quis ser um saco de risadas. Porque risadas são fundamentais. Rir é sempre algo bom. Ser um saco de risadas combina comigo e me cairia muito bem. Uma simples apertadinha e voilá! Hahahahahaha hahahaha.... Risada instantânea. Use sem moderação. Eu seria um saco de risadas absurdo!
Eu já quis ser um mágico. Tirar coelhos das cartolas, aprender a arte do ilusionismo. Pra aprender minhas magias sem truques. E realizar meus encantos sem enganos. E criar as minhas ilusões imperfeitas. Eu seria um mágico surreal!
Eu já quis ser um perfume. Fresco, mas intenso. Leve. Não muito doce. Não muito feminino. Com um odor que fizesse as coisas amanhecerem e as pessoas caírem de amores. Isso! Um perfume de amor pra mim seria bom. Sempre dei valor a isso mesmo. Eu seria um perfume vivo!
Eu já quis ser um violoncelo. Ficar no meio das pernas de alguém, sendo acariciada com um arco macio num vai e vem delirante e erótico. Sentindo-me vibrar inteira com sons graves e profundos das cordas. Sons penetrantes, abusivos, invasivos, masturbatórios.... Musicais. Ahhh! A música! Esse deleite vital! Absolutamente delicioso! Talvez eu escolhesse ser um violoncelo pra sempre. Seria uma bela coisa pra ser até o fim dos meus dias. Eu seria um violoncelo constantemente extasiado!
Eu já quis ser uma janela de ferro de um velho casarão. Só pra poder me abrir e me deixar renovar e invadir pela vida. Eu seria uma janela sempre aberta!
Eu já quis ser um espelho de teto do quarto de um motel. Pra exercitar e incentivar o meu 'Voyeurismo'. Sem culpa. Sem censuras. Só prazer. Puro fetiche. Eu seria um espelho safado!
Eu já quis ser um livro de poesias. Intenso e rico. Provavelmente feito com papel reciclado e de capa dura o bastante pra que eu pudesse envelhecer intacta e segura! Eu seria um livro com conteúdo!
Eu já quis ser uma garrafa perdida no mar, com um bilhete de S.O.S. dentro. Enquanto não achasse o meu porto, a minha praia, ao menos conheceria o mundo.
Eu já quis ser uma tempestade. E cair com força sobre o mundo. Lavando tudo. Abrindo o dia. Libertando as estrelas.... Eu seria uma tempestade linda!
Eu já quis ser eu mesma.
E trazer em mim todo o resto que eu quis um dia ser.
(Por: Van Luchiari)

21 MIL RECADINHOS:

Erika disse...

Eu já quis ser outra Erika.

Agora eu gosto de ser esta mesmo.

Beijos gêmea. Saudades

Barbarella Bela disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Barbarella Bela disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Glênio Gangorra disse...

Texto interessante e digno de uma liberticida reacionária imperialista que quer ver o povo entregue à sanha assassina de Bush. Nós, defensores do movimento democrático nacional-socialista bolivariano, lutaremos até a ultima gota de sangue contra tal igonímia.

Van disse...

ERIKA
Como é bom nos sentirmos à vontade debaixo de nossas próprias peles.
Beijuca

BARBARELLA
Querida, muito obrigada! ;)
Venha sempre me ler e ouvir.
Vou linkar vc. Teu blog é ótimo.
Beijuca

GLÊNIO
E Viva a Revolução!
Comentário pertinente esse seu.
Tudo a ver. hehehe
Beijuca

Edson Marques disse...

VAN,


Teu texto de hoje é um dos melhores que já em 2007!!!


Vou relê-lo agora mesmo.


Abraços, flores, estrelas..


.

Leticia disse...

Van vc está sem inspiração hein?!
Imagina quando ela voltar...
Quanto tempo demora pra nós percebermos que o melhor é sermos plenos em nós mesmos?
Inspirado esse texto querida.

Ricardo Rayol disse...

Você redescobriu-se... eu já quis ser uma mosca, para voar em banheiros femininos,... vai se entender ehehehehe

Mélica disse...

Van, que demais esse seu texto!!
"Eu já quis ser eu mesma. E trazer em mim todo o resto que eu quis um dia ser."
Lindo.. bem que poderia ter sido escrito pela Mélica!:D
Um ótimo dia.. Beijos!

Flávia disse...

Van, amei o texto... Saio daqui, mas cada frase continuará flainando na minha cabeça...

Beijos!

naenorocha1@hotmail.com disse...

NÃO É SÓ ISSO

Olho-te e estremeço
Tremo, turvo a vista, toldo a alma
Esse torvelinho eu não mereço
Eu quero a vida calma
Olho-te e é desalinho
Quase um desastre no começo
Eu quero a vida calma.

Tudo roda
Quando chegas
Tudo é precipício
Quando partes
Eu não sei viver
Essa tragédia grega
Eu quero tudo em paz
E quero arte.

Um beijo
Naeno

Paola a Estranha disse...

Nossa adorei!
A visão do seu ser é tão intenso, muito lindo!
Bjks,
P.

DM disse...

VAN, igual a você, já quis ser tudo isso, principalmente a escultura HÁ HÁ HÁ ... Bárbaro o texto, adorei .... Pelo visto o embotamento passou e bem, hem mmm ?

Vivas a sua constante inspiração !

Van disse...

EDSON
Meu poeta predileto. Poeta das estrelas. E esse foi o melhor elogio que recebi em 2007. Obrigada de coração.

LETICIA
Obrigada querida. Teus comentários são ótimos e é muito bom ter você sempre por aqui.

RICARDO
Uia! Não tinha pensado nisso! Também quero. Mas pra invadir o quarto do Dave Mathews, do Sting, do Bono... Boa idéia! ;)

MELICA
Querida... Você é mesmo um amor. E com certeza escreveria sim, até melhor! Mas dessa vez (só dessa vez) eu cheguei na frente. Que bom que gostou, linda!

FLÁVIA
Também me sinto assim com as suas palavras quando saio da sua casa.... Um dia ainda vou escrever como você!

NAENO
Uau!!!!! Que lindo esse poema!
M-A-R-A-V-I-L-H-O-S-O! É seu?
Eu quero mais! Eu quero outros.
E quero visitar o seu blog tb.
Da próxima vez, deixe o link.
Mas vou te mandar um e-mail.
Beijuca

PAOLA
Obrigada, querida! Que bom te ver por aqui. Espero que tenha gostado e volte outras vezes.

DM
Amore.... Ainda não passou completamente. Mas está passando... E que ótima escolha a sua. A escultura é mesmo das melhores opções! hahahahaha Mas eu tenho uma quedinha pelo elefante indiano. Ou o espelho do motel. Ou o.....
Beijuca - Te adoro!

Adão Braga disse...

Minha lista é menor, depois te apresento.

Silêncio de Chumbo disse...

otimo texto.......

mas eu me contento em ser eu mesmo.. hehe

beijoo

zana disse...

Van? vc está com prililifobia? não entrou mais no msn... bjus e adorei seu post... eu tbm já quis ser muita coisa, até um dia que cheguei a uma conclusão... Vc é o que vc escolheu ser!!!!

Barbarella Bela disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Ana Paula disse...

Ah, pra que? Você é a Van... Tudo!
Beijo.

Osc@r Luiz disse...

Lindo!
Um dos mais lindos textos seus que eu já li.
É a sua cara!
Se me dessem pra ler sem dizer de quem e me mandassem adivinhar, eu apostaria TODAS as minhas fichas na Van!
Perfeito!
Parabéns!
Beijo!

Van disse...

ADÃO
Tô esperando a sua lista, querido!
Fiquei curiosa! Beijuca

SILÊNCIO
Um dia eu me contendo em ser só eu! Mas por enquanto eu sou complexa demais pra isso! :/
Você é mais sábio e evoluído do que eu!
;)
Beijuca

ZANNINHA
Com certeza, queridona! Nós fazemos nossas escolhas e nossas escolhas nos fazem. Beijuca

BARBARELLA
Querida.... Estou providenciando! ;)

ANA PAULA
Aff! Que linda que você é! São seus olhos, amore!!!!! Você é um amor, mesmo! Te adoro!

OSCAR
Que mais posso fazer a não ser agradecer?
Muuuuuito obrigada!
Mas não arrisque todas as suas fichas por mim não. Eu não valho a pena!
;)
Beijuca

 
©2009 VAN FILOSOFIA! | by Van Luchiari