EU-PLEONASMO

É preciso esclarecer... Sou pessoa de poucas palavras, mas gosto que elas signifiquem alguma coisa. Sou melancólica e introspectiva. Gosto de ser discreta com as coisas que sinto. Não sou muito de fazer festa com tudo, mas aquilo que me estimula eu faço questão de celebrar. Sou exibicionista. Sou tímida. Tento parecer esperta, mas no fundo, acredito em todo mundo... Sou de fácil manuseio, apesar do excesso de desconfiança. Não sou metida... Sou é distraída! Não gosto que me ignorem, que me enganem, que me enrolem, que me deixem no vácuo, esperando... Fujo de unanimidades. Burrice me broxa. Preconceitos e injustiças me irritam e me deixam indignada. Gosto dos que se entregam, dos que se apaixonam. Ai de quem inveja o que sou, o que tenho e o que busco.... Porque minha alma é ESCUDO, é ESPELHO, é BUMERANGUE...
Quando tenho muito sono, me dá crise de riso.
Aliás, crises de riso são constantes... Pra me manter protegida. Se vc não presenciou nenhuma, provavelmente ainda verá. Sou perfeccionista e exigente comigo mesma. Quero ser sempre um pouco melhor - em alguns aspectos. Quero ser sempre um pouco pior - em outros. Uma certa dureza é necessária. Pura sobrevivência!!!!!
Sou preguiçosa.
Minha preguiça é de rede balançando e livro pousado no colo... Sou de bons amigos e boa companhia. Tenho pânico de multidões (eu me relaciono com elas só quando canto). Prefiro a intimidade às badalações. Qualidade é importante e eu prezo isso. Sim, sou muito na minha.... e só porque sou na minha não quer dizer que sou arrogante. Não confundam introspecção com falta de educação!
Eu gosto de um bom filme, um bom livro, um bom amigo
pra sair e beber e conversar e aprender e rir e chorar.... Não me acho inteligente e nem intelectual demais, mas sei que conheço as pessoas profundamente. Isso já nasceu comigo... Essa intuição sobre tudo. Minha alma é antiga... Eu reconheço alguns talentos que eu tenho. Sem medo. Não nego nenhum deles... Mas elogios me desconcertam. Nunca sei o que fazer com eles. Então aceito! E só!
Eu tenho uma memória estranha que às vezes me deixa na mão.
Mas nunca (raramente, vá lá!) esqueço a letra de uma música. Sou uma pessoa de poucas palavras. Mas acredite: quando falo, é pra valer! E é verdadeiro!
Você pode até pensar que tenho tudo, que sei de muitas coisas... Que gosto de chocolate, que como morangos gemendo, que tenho insônia, que amo muitas coisas,
que adoro assistir Friends, que amo minha casa, que almoço com a família pelo menos duas vezes por semana e valorizo isso (Já fiquei sem por algum tempo e posso garantir que assim não é um bom modo de se viver). Que no dia-a-dia eu sou simples, mas adoro conforto e mordomias. Que me entrego, que me masturbo, que leio "Calvin & Hobbes", que beijo bem, que sou perfeccionista, que tenho medo de dirigir, que pinto, que assisto 13 filmes por semana, que quase não falo, que falo demais, que sou louca, que não sei dançar, que tenho mania de guardar cartas e fotos e pessoas, que sinto saudades dos amigos, que gente inteligente me estimula, que cozinho muito bem, que mudo os móveis de lugar, que meus olhos são verdes, que canto, que durmo com ventilador mesmo no frio, que durmo pouco e por isso olheiras, que banhos me excitam, piscinas também, talento também, que gosto de perfume, que adoro fazer amor no mar, que faço arte....E que prefiro deixar abertas todas as janelas para que entrem todos os insetos (Sábia canção).
Se dá tudo errado eu grito, xingo, falo palavrões. Se dá fome, eu trepo. Se eu amo, eu AMO. Se eu odeio, só detesto um pouco. Se sangro, perdôo. Esquecer, não esqueço! Meus amigos de verdade... Esses eu AMO pra valer, VALORIZO mais que tudo e MIMO até doer. Os outros, eu RESPEITO totalmente.
Não tenho medo de estar só, tenho medo de estar vazia. Não tenho medo da morte. Tenho muito medo é da dor. Eu sou assim: um elo entre o bom e o ruim. Um caminho íngreme e maravilhado. Talvez o caminho errado. O começo de algum fim ou o princípio de alguma eternidade. Uma pedra no sapato. Uma palavra repetida. Um olhar que entra e desvenda. Sou profunda e introspectiva.
Eu contenho verdades... Algumas ocultas... Sou mistério! Eu omito desejos. Eu só me arrisco e me lanço porque o ar que me segura é denso. Denso de vida, denso de coragem instantânea e nova!
Mas não sou descartável, nem item de coleção, nem troféu, nem comum. Sou única e mereço ser tratada como tal. Sou rara e por isso quero respeito.
O palco é o meu real. A minha ilusão mora nos bastidores.... Quando acaba o espetáculo é que começa a minha fantasia. Essa que me destrói e me embala. Que me atormenta e me alivia. Que me realiza e dói. Sim... Eu sou nada! Sou amanhecer cansado, anoitecendo. Um pedaço escuro do dia. Chance desperdiçada. Sou do avesso, sou controversa. O que eu quero é ser tudo! Para alguém. Pra você talvez... Ou não! Tanto faz. Eu exijo - e pretendo - verdades! Eu jamais serei breve ou esquecimento. Eu escrevo no silêncio e meu silêncio é cheio de sons. Sons que eu te entrego nas mãos e que entram pelos seus ouvidos e percorrem teu corpo. O que eu te dou me faz eterna em ti.
E agora? Você me conhece?

Por Van Luchiari ©
Quadro - Pablo Picasso

19 MIL RECADINHOS:

Thiago disse...

nossa querida, agora dá pra ter uma idéia forte da sua pessoa... e que linda pessoa vc é!!! igual aos seus olhos... lindos...

Leticia disse...

Eita intensidade!
Vc e muita querida posso garantir...

Erika disse...

essa é mirmã gêmea.. eita nóis!

"Não gosto que me ignorem, que me enganem, que me enrolem, que me deixem no vácuo, esperando..."

reconheço isso do meu espelho ;o)

Beijos lindona

Mila disse...

Nossa.... que apresentação esta... escancarada, sincera, desmedida...
Vc sabe o que é, o que quer e o que será... uau... Fiquei sem palavras...
Beijos Mila

Tatá disse...

Ler você é sempre ficar de queixos caídos e a alma vagando com tanto encantamento.
Buck, aquela escritora americana, disse: "Dentro de mim há um lugar onde vivo totalmente sozinha, é lá que se renovam as fontas que nunca secam." Gosto disso!
Também amo passar por aqui (embora nem sempre deixo coment.) e ver toda sua transparência.
Que você continue sempre assim, e que seja isso tudo e tudo isso sempre.
Beijos

1ª lady newton disse...

Muito franca?
Que pessoa deliciosa é vc! Que delícia de pessoa é vc. Lendo seu texto deu vontade de te ver, t conhecer, ser sua amiga, te contar segredos, cantar junto, corar junto, crescer junto. Dá vontade de ter sido sua amiga de infância!

Pessoas como vc são como moranguinhos. Phynnos, italianos de Milano, e cheios de LUXO! Mas aqele LUXO lindo que não é dispensável. Enfim, uma controvérsia agradavel e forte!

VAN RULES!

nana' hayne disse...

Vim pelas reticências e encontro tantas palavras...
VANs, nenhum pouco...
ESSA ou aquela, melhor dizendo tantas delas... muito, muito parecidas com meu eu reconheço, outras tantas, afins de ver mais de perto, sentir mais de perto, ouvir mais de perto.
Dizer das reticências do ontem, diante da explosão do seres TU? Sim, ainda se faz presente aqui na pontinha dos meus dedos...
lá vai:

"As reticências são os três primeiros passos do pensamento que continua por conta própria o seu caminho…” Mário Quintana

Eu não conhecia tal frase, recebi de presente-ajuda e vim aqui repassar à você :)

Bjs pois na tua alma, que reconheço como tão antiga quanto a minha, LINDA, ESCUDO, EPELHO e BUMERANGUE...

Zana disse...

vc é tudo isso mesmo!!!!!rs bjusss

Fernanda Passos disse...

Nossa Van!!!!!
Tu arrasou. Texto lindíssimo. Muito bem construído. Em algumas passagens, lembrei de Clarice.
Parabéns moça.

Flávia disse...

Olha, Van... quanto a conhecer vc, a resposta é NÃO. Mas um não com um puta orgulho... porque quer dizer que vc é tão supreendente, tão múltipla, tão única, que jamais seria possível te conhecer por completo. Talvez seja nisso que reside teu fascínio - nessa sua transparência misteriosa e suspreendente.

Adoro você. Adoro com força...

Beijos!

ALL disse...

S

João disse...

Você é só você, mesmo quando é outro alguém.
Amor,
João

Thiane disse...

Nossa, que lindo. Rasga, rasga fundo. Beijos

a calma alma má disse...

Poxa, quando você escreveu que quer ser um pouco melhor e um pouco pior, me sinto tanto assim.
E tem tanta sabedoria no seu jeito de ser.
Uma delícia de ler.
beijos

Lord Broken Pottery disse...

Van,
Belíssimo auto-retrato. Bom te conhecer um pouco melhor. Gostei muito do que vi. Temos várias semelhanças. Minha alma também é antiga e a inteligência me fascina.
Beijão

Cristiane Martins disse...

Noooooooooossa!!!
Amei esse post-desabafo... e acho que várias coisas que falaste dá pra sentir no que escreves.
Adorei...
Mas te conhecer por completo acho difícil né. A gente nunca conhece o outro suficientemente.
Mas posso dizer que te admiro muito.
E adorei o que li.
Bjo grande!!

Paola a Estranha disse...

Nossa agora conheço mais.
Você é única.
TE AMO MUITO!
Beijão lindona!

Tatá disse...

Voltei aqui! Já perdi as contas de quantas vezes li esse seu post, algo me prende aqui.
Em muitas das suas palavras me vi perfeitamente, faço quase tudo isso!
Ontem na faculdade eu tive uma aula sobre liderança, e o que me chamou a atenção foi que um líder deve ser sempre autêntico, e mais, a autenticidade não nasce com a gente e, nós, nem sempre sabemos que assim somos. A autenticidade é algo que as outras pessoas identificam na gente e falam. Pois bem Van, você É TOTALMENTE AUTÊNTICA.
Eu sinto um puta orgulho de passar aqui e ver você transbordando transparência. E quanto aos elogios, são poucos diante ao que você merece.
Você é ímpar!
Te gosto com toda minha força!!!
Beijos

Adão Braga disse...

Se não entendeu, é porque é tapado, obtso... mais claro que isso, não há!!!

 
©2009 VAN FILOSOFIA! | by Van Luchiari