AMA-ME!


Ama-me!
Mas ama-me direito
que eu mereço cada segundo das tuas imperfeições.

Ama-me assim torto e imperfeito.
Ama-me constante, devassidão e leito.

Tudo que é meu te cai bem. Te cabe direitinho.
Eu mereço estar em ti. Percorrer teu caminho.
É na tua imensidão que eu me meço e meto.

Ama-me!
Ama-me de frente, inteiro, profundo, do avesso.
Que eu mereço cada centímetro do teu apreço.

Ah, meu amor! Eu te peço.
Ou eu te devoro.
Ou eu te esqueço.


Por Van Luchiari ©

8 MIL RECADINHOS:

Edu Grabowski disse...

ahhh o amor!!

lambrei do Djavan, da música te devoto!...rs
"teu olhar me confude da cabeça aos pés, mas por dentro eu te devoro"

Linda poesia Van. E eu já nem sei muito mais o que escrever, sem ficar me repetindo!
Como vc fala..."olha o confete"...hehehe
Beijo grande
Edu.

ps> vc nem precisa, vc é festa completa de palavras!

benechaves disse...

Oi, amiga: como é bom amar, hein? E principalmente do jeito que vc canta e tb encanta. Amor com imperfeições, profundo. Principalmente amar direito ou torto ou pelo avesso. E no arremate final os opostos: a voracidade ou o esquecimento, numa analogia entre o amor e o ódio. Gostei, viu?

Um beijo perfeito...

Paula Calixto disse...

Poesia linda, viu? (:

E... resta a dúvida depois desse "ultimato".

Beijos, flor.

Rui Carlo disse...

Não senti o ama-me como um pedido, apelo ou súplica, mas como determinação, uma ordem... e uma ordem bem específica e desenhada... ama-me assim, assim, e assim, que é assim que eu quero

.linny disse...

aaaaaaah do jeito que eu estou, isse serve pra mim.

bjus

Leticia disse...

Me lembrou Djavan tbm.
Não dá pra amar um pouco né?!
No amor , e na guerra, é tudo ou nada.
Bjks.

Leticia disse...

Me lembrou Djavan tbm.
Não dá pra amar um pouco né?!
No amor , e na guerra, é tudo ou nada.
Bjks.

Mila disse...

Quem sabe o que quer... manda... e pelo jeito... isso vc sabe bem!!!!!
Tb me lembrou Djavan...
Beijos Mila

 
©2009 VAN FILOSOFIA! | by Van Luchiari