MÁ-TEMÁTICA

Com quantas lágrimas se corrói um sonho?
Com quantos lutos se mata uma alma?

Por Van Luchiari ©

18 MIL RECADINHOS:

Paulo R. Diesel disse...

Boa-temática.
Dramática, mas boa

Bjs.

Mila disse...

Van...
Não sei... Ou não quero saber... ando meio corría... ando de alma doida... em busca, talvez... de filosofia... pq de lógica... sem lógica... eu já estou até as tampas!!!!!!
Beijos Mila

Palavras quase racionais disse...

Matemátca interessante e que cada um chegará a um resultado.
LIndo seu espaço, gosto de ler.
Voltarei aqui mais vezes.E convido vc tb para visitar o meu .
Um abraço
Glaucia

Paola disse...

Não sei amor!
Olha tudo tá doloroso do lado de cá nada amoroso e sim dengoso da dengue!
Beijos

Menina da Imprensa disse...

A matemática dos sentimentos é tão inexata. As contas sempre deixam resto, e as vezes, é do resto que nasce outro sonho...
Tudo continua cheio de som por aqui... Tão bom vir aqui...
Ah, aplausos de pé pra fotinho do post de 28 de março-"ardente", digna de prêmio de peça publicitária... Muiiiiiiito bom.
Smacks

benechaves disse...

Olá!
Passando aqui pra tb te ver e os teus escritos. Bom quando se gosta de uma pessoa 'inteira', hein?

Um beijo inteiraço(rs)...

Mestre Splinter disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Mestre Splinter disse...

Não sei dizer isso não...






...que Deus velho permita que a alma não morra jamais! Que possamos sempre sonhar com um ''más adelante''...

...apesar de sempre se fazer necessário que despertemos... mas p'ra não mais chorar...p'ra erguer-mos e olharmos com clareza o caminho... e avançar.

Ricardo Rayol disse...

sinistro

Edu Grabowski disse...

saudades de você!

não sei não Van...Mas de repente é a mesma quantaidade que se ua uma árvore pra fazer palito de fósforo...rsrsrs
será que a física explica?!

Uma piadinha sem graça, para um sorriso amarelo...rs!
beijos
Edu.

Ígor Andrade disse...

MÁ-TEMÁTICA cheia de razões e proporções, mas sem resposta.

Colocando seu link lá tb.

Abraço!
Paz!

Flavinha disse...

Eu sei com quantos sorrisos se constrói. Quer os meus? Eu dou. Todos, pra vc.

Van, amiga linda... pra vc, meus braços abertos, meus sorrisos-tijolinho e meu coração-amor. Tá?

Beijo, beijo, beijo.

Antonio Ximenes disse...

Van.

Sonhos não morrem nunca... mesmo quando estes perdem a intensidade... ainda podemos lembrar deles... e lembrar de sonhos antigos... ainda é sonhar.

A Alma é imortal... eterna... pode colecionar infinitamente todos os lutos... e superá-los.

Todos nascem e todos morrem... não obrigatoriamente nesta ordem.

Abração do teu fã pitoresco.

Silêncio de Chumbo disse...

uma tematica triste...
mas sempre tem um dia depois... =)

Rui Carlo disse...

Isso é como perguntar: "quantas guerras terei que vencer, por um pouco de paz?"

Um sonho não se corrói pelas lágrimas, mas pelo fél que brota na alma dorida.
Uma alma não morre pelos lutos que abraça, mas pelos nascimentos que não se permite.

As guerras nunca garantirão paz, mas, sim, as não guerras é quem a garantirão

Fernando disse...

Duas belas questões, Vanzinha. Sobretudo a primeira, um recontrução daquela que diz com quantas lágrimas de constrói um sonho...

Mas me dá a legenda? O que aconteceu contigo?

Beijocas!

KimdaMagna disse...

Existe também a lágrima que não corrói mas molha humedece o sonho.
Dos lutos depende da cor; por exemplo um luto cor-de rosa, afaga a alma.
Desfilosofar é preciso.
Por outras palavras, gostei do que você escreve.

Xaxuaxo

Edu C. disse...

Muito bom!!
Conhece Cacaso?
Beijos

 
©2009 VAN FILOSOFIA! | by Van Luchiari