THE SPACE BETWEEN YOUR HEART AND MINE

Entre a ausência e o querer
Entre o desejo e a prisão
Entre a lágrima e o longe
Entre o espaço e o corpo
Entre o torpor e o são

Entre a distância e o tocar
Entre a boca aberta e o beijo
Entre o céu e o pé no chão
Entre o risco e o absurdo
Entre a entrega e o recuar

Entre a memória e o esquecer
Entre o ontem e o nunca
Entre o norte e o sul
Entre o sonho e o real
Entre a dor e o prazer

Entre o amor e a paixão
Entre o vão e a corrosão
Entre o tic e o tac
Entre o relógio e o adormecer
Entre mim e você*

Existe o nada e o tudo
A chuva e o abrigo
O alívio e a dor
O choro e o suspiro
Os ais e os hmms

O desejar e o doer

O abraço e a entrega

O escorregar e o entrar
O sim e o não
A culpa e o perdão

O vazio e o transbordar
O abandono e o complemento
O querer e o gozar
O desvio e a bússola
A música e a musa

O intocável e o impossível
A solitude.... e a solidão!
...............................


Por Van Luchiari ©
* Pergunta pro Pasquale!


Dave Mathews Band - The Space Between

19 MIL RECADINHOS:

John Coffey disse...

O intocável e o impossível...

Essas palavras ecoam e me fazem querer tranformar o tal impossível em realidade de alguma forma.

Mais uma vez teu texto expressa palavras que eu gostaria de ter dito.

Beijos cálidos. Todos.

Edu Grabowski disse...

Sublime!

Você sabe me deixar sem palavras!
=X

Beijos Van. Linda Van!!!
Edu.

Antonio Ximenes disse...

Van.

Tão intenso é o desejo por alguém... como é o ódio pela distância que nos separa deste.

Abração procê.

Rui Carlo disse...

Sempre profundo e raso... o primeiro pela intensidade o segundo que todos entendem e de alguma forma vivenciam.
Quem nunca viveu este abismo consege sabe-lo como se o sentisse, devido tanta riqueza, dor e prazer tuas manifestaçoes li´terarias...
bj

Flávia disse...

Vannnnnnnnnnnnnnnnnnn!!

Muié, que luxo que tá tudo aqui!!! Lindo!! ficou com a tua carinha :))

entre o "mim e vc"... acho que existe o "nós". Um "nós" calado, de alma serena... um "nós", apenas.

Beijo!

Van disse...

JOHN
Que bom que a minha voz pode ser a sua.
Beijucas, querido.

EDU
Amoreeeee, thank´s! São seus olhos!

ANTONIO
Sábias e certas palavras, querido!
Como sempre vc transforma tudo o que eu escrevo em reflexão e poesia!
Muito intenso!

RUI
E que abismo!!!!!

FLAVINHA
Ahh minha twin querida.... Existe tanta coisa entre o "MIM E VOCÊ"! Tanta coisa.....
E linda é você!
Amo-te!
Beijucas

Ricardo Rayol disse...

duvido que esse poço de solidão seja intransponível

p disse...

Lindona, belo como sempre.
E o Pasquale?
Nhá!
Estarei sempre por aqui.
Saiba disso. rs
Beijão

p disse...

Esqueci de mencionar mudanças que venham sempre e aqui ficou lindo.

Van disse...

RICK
Pra você nunca será!
...
E a verdadeira solidão não é estar só. É estar vazio.
Saudades muitas.
Beijuca

P
Coisa mais querida.... bom saber que estará sempre por perto. Vc faria muita falta! E de faltas eu já tô cheia!!!
Amo vc!
Obrigada, amora!

Ígor Andrade disse...

Entre perguntas e respostas... encontrei uma VAN filosofia.

Beijo!

Thiane disse...

Oi minha linda, tudo bem? O blog tem endereço novo. É www.vertente.blog.br. Ainda precisa de ajustes e tempo pra blogar... Mas espero conseguir voltar logo. E com vc? Que saudade. Bjs

Mila disse...

É Van.... tem sempre tantas coisas entre.... mas sempre a gente encontra uma forma de desfazer estes espaços... e de contrariar a física!!!
Beijos Mila

Paula Calixto disse...

Falta e Preenchimento.

Tem par mais perfeito que este?!

Pra mim, não! (;

Beijos.

Sandra Leite disse...

adoro suas dualidades absolutamente tão humanas...
entre o silêncio e a reverência, aqui me encontro.

beijos

Van disse...

IGOR
Que bom que encontrou!

THI
Vou lá te visitar, mudar o link e matar a saudade! Muita mesmo! Adorocê.

MILA
Verdade querida! Que bom que sempre tem uma ponte em algum lugar.

PAULINHA
Tem não né?
Yin/Yang - tudo se completa!
Delícia assim!

SANDRA
Querida, sempre bom te receber aqui, viu?
Encontre-se sempre! Mas não perca o caminho daqui.
;)

FERNANDO disse...

Vanzinha, quando te leio parece que você escreve tão fácil. Às vezes imagino se você tem rascunho de algo que escreve.

Sei lá; os poemas são belos, tão completos, tão chieos de vida que parece que você não procura as palavras, mas elas que te procuram.

E a tristeza mais uma vez como tônica. Não tenho intimidade, mas espero que sai dessa tão logo.

Beijocas!

P.S.: de tudo, o mais lindo foi Entreo torpor e o são. Perfeito.

FERNANDO disse...

Se bem que os ais e os hmms também foi muito bom...

sifro disse...

una poesia a la que solo le falta ser acariciada por tu voz....

 
©2009 VAN FILOSOFIA! | by Van Luchiari