EM UM SEGUNDO

Eu quero tudo em um segundo.
Eu quero tudo nesse instante......

Sussurra-me poesia ao ouvido ao anoitecer.
Invada meus sentidos com palavras declamadas.
Aquelas que eram minhas e que escondes em tuas torres.
Prova do meu corpo com fúria e finitude.
Cala minha boca com teus céus e teus cometas.
Enfia tuas mãos pelos meus centros, pelos meus dentros.
Entorpeça-me com odores intensos e agridoces.
Crava teus dentes na minha pele decifrada e entregue.
Seja meu prato, minha cama, meu leito.
Seja meu bicho, meu antro, meu mundo.
Queima-me em febre que não sacia.
Seja meu rasgo, meu trago, meu ópio.
Invada-me com tuas estrelas cadentes e frias.
Enquanto existir meu corpo, esteja em minhas veias.
Arranca-me os gemidos com voz rouca.
Canta a minha música em contralto!
Grita o meu nome bem alto.
Ilumina minhas cavernas com tua tocha flamejante.
Sinta-me pulsante, soando as minhas teclas, vibrando minhas cordas.
Invada minha alma com teus poemas.
A tua poesia brinca de roda no meu peito e revoa as borboletas.
Declara-me tua aos universos!
Prenda-me. Renda-me.
Serei o teu torpor, teu ardor, teu calor.
Serei o teu intuito, o teu cenário, o teu banho.
E farei-te gostosuras e caminhos.
Eu serei a tua explosão, a tua gula, o teu tremor.
Ponha-me do jeito que quiseres e mata-me de amor!
Que é pra isso que eu existo.
E é contigo o meu mundo.

E eu quero tudo agora, nesse instante em que te digo.
Serei teu chão e teu abismo.
Tua certeza e tua imensidão. Teu áspero e teu tesão.
Eu quero tudo num segundo...
Nada mais é tão profundo!



Por Van Luchiari ©
______________________________________________________________________

Também tem poema novo no SECRET LOVE. (Proibido para menores)

14 MIL RECADINHOS:

Bill Stein Husenbar disse...

Cada poema, um monumento, uma obra... Parabéns!

Paulo R. Diesel disse...

Por vezes o querer não é poder e em segundos então...

Sempre demonstrando a tua volúpia, Van.

Bj.

Van disse...

BILL
Obrigada você pelo comentário gentil.
;)Beijucas

PAULO
Um segundo pode durar uma eternidade e uma eternidade pode existir em apenas um segundo. É essa intensidade que eu quero e busco. Essa força que torna eternos os momentos mais etéreis.
O tempo é relativo.
O querer é tamanho.
Dure um segundo ou uma eternidade.
Assim sou. Isso é ruim?
=)
Um beijo meu querido.

Patty disse...

Lindo, Van! É um desejo sem limites.
Beijos e bom final de semana!

psique disse...

obrigada :). tambem ja tenho o teu link no meu blog.

o querer mais profundo, o desejo é sem dúvida tão forte e sufocante que se torna dificil a espera, deixa-nos numa margem em que o 'agora' é o tempo certo para acontecer, porque para além disso nada existe.

mais um texto repleto de sentimento com uma intensidade fantastica.

***

instantes e momentos disse...

muito bom teu blog, valeu muito vir aqui. Vai ser bom voltar sempre.

Victor Oliveira Mateus disse...

Vim retribuir a visita... Obrigado
por ter feito um link à minha "dispersa palavra"... deste
lado terei gesto semelhante.
Gostei de muitas das fotos... os
poemas também me agradaram, mas há
um (e a minha opinião vale o que
vale, isto é, nada!) que acho uma
autêntica pérola: o "Irreal", é um
excelente poema.
Bjs.

Van disse...

PATTY
Sem limites, sem fronteiras, sem fim... Desejar é assim não é?
Saudades, querida.
Beijucas

PSIQUE
Você é incrível, querida.
Obrigada, viu?

INSTANTES E MOMENTOS
Obrigada pela visita, querido. Que bom que gostou daqui. Vou lá conhecer teu espaço correndo!
Beijucas ;)

VICTOR
Obrigada querido...
E a sua opinião vale muito, sim. Me agrada demais que tenha gostado e espero de coração que volte sempre e sinta-se em casa.
Também irei te ler sempre! Com prazer.
Teu blog só tem coisas bonitas.
Beijucas

Gabriel disse...

deveriamos prolongar o segundo...por minutos...horas...dias...deveriamos prolongar seus poemas pela eternidade..

Van disse...

GABRIEL
Querido..... Quanta gentileza!!!!!
Sabe o que mais eu quero prolengar?
Nossa amizade. Esse laço que criamos.
Adoro-te, moço.
Beijucas

Ígor Andrade disse...

Em todo o tempo!

Raysla Camelo disse...

Quanta paixão!

E quanto tempo que não te faço uma visita!

Super gostoso aqui!

Paula Calixto disse...

A ânsia de amar é assim: tem sede de tempo!

Beijinhos.

Mestre Splinter disse...

...































...conseguiste outra vez...

 
©2009 VAN FILOSOFIA! | by Van Luchiari