BANQUETE IMAGINÁRIO

Contém trilha sonora

Portishead & Massive Attack - Teardrops


Primeiro houve a festa de encontrar-te, de olhar-te tão meu, tão perto, tão todo aqui. E a janela aberta denunciava a tempestade e atraía a tímida libélula com suas asas doces, encantada pela luz convidativa e impossível. A luz... Era de ti que vinha? + Depois a fúria de te amar e as tuas mãos e unhas e o chão onde me deitei, coberto de véus, notas e umidade. Coberto de ti. Alma derramada. Partículas de gotas tuas. Estrelas cadentes da tua língua sulcando caminhos em mim. Minha carne estremecida e a tua imagem feito fogo queimando minha vida. + Meus olhos abriram-se. Mensagens em garrafas e grãos e a noite, devorando os instantes, debatendo-se no meu corpo nu. Nu e apaixonado. + Veio o imaginário calar o eco. Veio o feitiço desfeito. Uma luz apagada gritou o desencanto. + O ar impregnou-se daquele cheiro ácido e difícil... Um rastro de solidão que fica depois do cio despejado. + Banquete imaginário. + Tanto que amei. Tanto me dei. Provei de um tudo. + A descoberta do que tu eras veio de encontro ao meu esperar mais antigo. Teu amor me lambe, me teima. Teu amor me queima. Lentamente. Diário e constante. + Meus olhos se fecham. E no fim o que me completa é essa tua ausência tão cheia de nadas. Completude vazia depositada em minha boca. Gozo escorrido em desperdício de coxas. + No teu não-estar vive essa falta tão cheia de ti que mesmo sem te ver eu já sou inteira tua. E tu que só chegastes agora já me fez desatino e pecado. Cometo-os e te esqueço. E até o não te ter é em mim uma festa!

Por Van Luchiari ©
_____________________________________________________________________

Tem post novinho e cheiroso no SECRET LOVE. ("Instantes") Passem por lá.

18 MIL RECADINHOS:

sagher disse...

muito erotismo, mesmo muito

Maldito disse...

De perder o fôlego...

Paola disse...

Lindo!
Simplesmente maravilhoso até perdi meu ar.
Lovo u!
Sei que estou em falta, na segunda converso contigo.
beijos,
Paola.

Van disse...

SAGHER
Muito mesmo?
Obrigada pela visita, Sagher.

MALDITO
;) Isso é bom não é?

PAOLITA
Meu pudim de iáiá, fofolete linda...
Não me deve nada. Saudades.
Conversamos na segunda? Love U!
Beijucas

Ígor Andrade disse...

Como sempre... a Van!

Abraço!

Daniel Moraes disse...

Texto do jeito que eu gosto. Provocador, sensual, de tirar mesmo o fôlego! Vi seu comentário na Casa do Poeta, de um poema que fiz junto com a Flávia Brito e resolvi passar aqui, e não me arrependo de ter vindo. Ótimo blog esse seu, parabéns. Voltarei aqui mais vez. Bjus e bom final de semana.

http://so-pensando.blogspot.com

Van disse...

ÍGOR
Como sempre, né? Essa sou eu.
Beijucas

DANIEL
Moço, feliz com a sua visita e comentário. Volta sim! Vou adorar!
Considere-se linkado. Beijucas

Bill Stein Husenbar disse...

Essa ausência tão cheia de nada é encantadora e tão pessoal.

Mais uma vez... Parabéns!!

http://desabafos-solitarios.blogspot.com/

Paulo R. Diesel disse...

A imaginação é algo sobre o qual não temos controle, por isto é tão bom imaginar...
Imaginar e abrir o coração assim, então...

Bj, Van

Van disse...

BILL
Mais uma vez, que bom te ler e receber tua visita. Beijucas

PAULO
"As pessoas reais estão repletas de seres imaginários."
Ahhh, imaginar é realmente uma delícia!
Beijucas

Profº. Eric Frantto disse...

Hum...realmente, mais um post intrigante, garota. Você e essa sua-invulgar-"van filosofia". Xelo..você bem que podia me passar o link do teu orkut, né,não, garota? Abraços!

iara disse...

ai van amei!
parece algo que vivi....
bjs

Jú Carvalho disse...

Estou booooba aki! Sem palvras eles foram todas deixadas com os suspiros que eu dava ao ler. É garota, você é boa nisso hein!
Parabéns.
O blog é LINDÍSSIMO ^^

Leticia disse...

E Deus nos deu a imaginação...e nós imaginamos , né escorpiana?!
Fantasiamos tanto e é tão real que se confunde imaginário/real.
Love u querida , bjks.

Van disse...

ERIC
Passo sim, baby. Obrigada pela visita.
Beijucas

IARA
É... essas estórias de amar são sempre parecidas. O bom é que a gente sempre recomeça.
Beijucas


Oi, moça... Adorei sua visita. Muito obrigada querida. Que bom que gostou. Vou lá conhecer teu cantinho. ;) Beijuca

LETÍCIA
Verdade. Essa imaginação escorpiana tem poder! Tudo torna-se real quando queremos. Mas é aquilo que nós conversamos outro dia no MSN... Mais alta a fantasia, a entrega; mais alto o tombo! E aí dói mais, né? Fazer o que se nós fomos feitas para os extremos e para as intensidades?
Beijucas

Flah disse...

Nham!! ;)

Victor Oliveira Mateus disse...

A paixões são sempre excessivas, felizmente! ... E gosto muito dessa ideia de se estar preso pelo
lado de dentro...
Um beijo (regressado)

Van disse...

FLAVINHA
Nham, nham!

VICTOR
Felizmente! E felizmente eu só sei amar assim.... entregue.
Beijucas de volta, moço.
;)

 
©2009 VAN FILOSOFIA! | by Van Luchiari