SO SORRY!

" 'Cause I'm Broken when I'm Open."



Sorry, so sorry - Howie Day


Eu sinto muito!
Sinto muito por ter necessidades, por querer algumas coisas, por querer mais!
Sinto muito por estar sempre por perto, por permanecer ao teu lado, silenciosamente atenta. Eu sinto muito por não suportar a tua ausência, o teu silêncio, a tua falta.
Sinto muito por não ter te dado tudo o que eu podia. Porque não podia. Sinto muito por ter invadido o teu pensamento um dia, por ter te feito sorrir e gozar um dia, por ter te feito ouvir as coisas de modo diferente um dia, por ter te mostrado tantas coisas. Sinto muito!
Eu sinto muito por ter sido mais rápida no sentir e em tudo. Sinto muito por não poder controlar o tempo. Eu sinto muito por ser tão breve pra ti. Sinto muito por ter cantado pra você secretamente, com a minha voz mais profunda.
Sinto muito por ter ultrapassado alguns limites, por ter me machucado, por ter sangrado, por ter andado por sobre os teus cacos e os meus, por desejar tanto. Sinto muito por ter dormido tarde, por não ter acordado antes, por não saber mudar todas as coisas.
Sinto muito por sempre deixar as minhas portas (e os meus poros) abertas pra você... Sinto muito por deixar-te tão cedo.
Eu sinto muito por ser tão fraca, tão presa, tão entregue... Por ser tão pouco e tão pouca! Sinto muito por nunca ter tocado em você. Sinto por não ter escrito uma história diferente. Sinto muito por ser como eu sou.
Sinto muito por ter quebrado as suas barreiras, as tuas cercas. Por ter derrubado as suas muralhas, invadido a tua fortaleza e a tua vida... Sinto muito por ter sido a luz na sua caverna, por ter dito algumas verdades, por ter sentido o que senti.
Sinto muito pelo meu olhar pousado e manso. Sinto muito por ter me aberto inteira, por ter te deixado entrar tão dentro. Sinto muito por querer cuidar de nós. Sinto muito por não conseguir te esquecer, por pensar em ti. Sinto por tudo!
Sinto muito por doer! Por eu ser noite e você dia.
Por eu ser a melodia que te embala, por eu ser o som que te invade. Sinto muito por ter te mostrado os caminhos do meu labirinto.
Sinto muito por não saber de verdade quem é você. Por estar incompleta. Por estar sangrando. Por estar em pedaços... Sinto muito! Sinto muito por me despedir de coisas que nem sequer existem. Por querer não fugir. Por querer ficar e existir em ti. Por querer... Por querer!
Sinto muito por te perder um pouco a cada dia. Sinto muito por ser esquecida aos poucos. Por ser ignorada. Por ser assim tão insignificante pra você. Sinto muito por ser nada!
Sinto muito por às vezes ser aflita e urgente. Sinto muito por ser assim tão presente, quando não há futuro e tudo é sempre passado.
Sinto muito pelos vôos e magias que eu te dei. Pelas cartas imaginárias, pelas palavras perdidas, pelos corações picotados. Pelas coisas que eu fui. Sinto muito por ser sua última prioridade.
Sinto muito por não ser sua outra chance. Por não ter as respostas. Por não ser quem você quer... Sinto muito!
Sinto muito por ir embora mesmo sem nunca ter estado de verdade! Sinto muito por todos os nãos e impossíveis. Pelas horas que você desperdiçou comigo. Sinto muito!
Sinto por ter mergulhado tão fundo, por ter tido tantas impressões e sensações, por não ter me controlado, por não ter me trancado em mim mesma. Por não ser um cofre impenetrável e frio. Por estar imersa nesse jogo que você criou. Por não saber escapar to teu cativeiro.
Sinto muito por ter entrado na sua vida, por ter te dado meu perfume, meu escorrer, meu mais íntimo, trêmulo e intenso gozar... por ter colocado minhas coisas todas nas tuas mãos inconstantes e imaturas. Sinto muito pelo querer que mora em mim.
Sinto muito por ser simples, por ser transparente, por ser verdade, por estar na sua mão.
Sinto muito por isso. Sinto muito por ser só erro, por ser só solidão!

Por Van Luchiari ©
Foto - Margarida Delgado




Postagem nova no SECRET LOVE ( "As tuas Amarras" )
Visite também: DEU TILT no DiVAN

15 MIL RECADINHOS:

FERNANDA & POEMAS disse...

QUERIDA VAN, TEXTO MUITO BEM ESCRITO MAS COM TANTA TRISTEZA AMIGA... FIQUEI TRISTE TAMBÉM... BOA SEMANA... UM GRANDE ABRAÇO DE CARINHO,
FERNANDINHA

Graça Pires disse...

Não te sintas culpada. Cada um é o que é. Mas gostei do teu texto. Um beijo.

Ted's disse...

Vca brigaram, é efeito colateral do regime, ou apenas um desabafo??

Bjos

P.S.: viu, eu tbém posto aqui, não precisa ficar com ciúmes... :)

Zingador disse...

Sinto muito por invair eu espaço, sinto muito por deixar essas palavras, sinto muito em te dizer o que penso, que você me comoveu, me deixou estático, acrílico. sinto muito por ter escorrido algumas lágrimas, sinto muito por não dizer mais nada.
Amei. Amei.
Voltarei sempre.
Abraço perfumado

Van disse...

FERNANDA
É querida.... Essas coisas de acabar são tristes mesmo. =( Mas pelo menos dão alguma inspiração pra compor algumas palavras. Escrever funciona como um desentupidor. Beijucas

GRAÇA
Sim, é verdade, poeta! Você é sempre sábia e tranquila. Preciso aprender a ser mais como você. Beijuca enorme, querida.

TED'S
Primeiro: Putz! Como é vom te ver por aqui. Saber que vc está mais próximo do que nos últimos tempos. Eu te amo e não quero te perder nunca. Você é parte incondicional da minha vida.
Segundo: É um desabafo. É um exorcismo. É também a depressão (aquela que te falei) que voltou com tudo e me pegou pelos pés. Faz uns dias já que estou em crise. Mas logo passa. E vc por perto torna mais fácil. Você e o Ju são como um pedaço de mim. Sem vocês, não dá! Amormeu. Eterno. Sempre.
Beijucas

Van disse...

ZINGADOR
Também me comoveu ler-te, moço. Eu ando assim "tão à flor da pele..."
Bicho ferido. Espero te oferecer palavras mais alegres das próximas vezes. Te fazer sorrir.
Mas seja sempre, sempre muito bem-vindo! Adorei a visita. Volte sim! Estarei sempre esperando com portas, janelas e alma aberta.
Beijuca moço.
;)

Zingador disse...

Claro que pode linkar... E quanto a estar a flor da pele, tire proveito dissso, escreva, escreva. Ponha pra fora todos os bichos. Tenho certeza que se sentirá mais leve.
Abraço perfumado

Mila disse...

Van!!!
Não sinta muito... alias... acho que vc é do tipo que sente demais... Pq quando vc acha que sente por algo... no sentido mesmo de desculpa... pode parecer que o que sente é errado... e sentir é preciso... Nem sempre bom... nem sempre justo... mas é preciso...
Vc é intensa... e isso... é o que te faz fascinante!!!!!
Beijos Mila

Zingador disse...

Van, acabei viajando em seu texto e quis escrever a respeito e quis dar um ar de abraço textual em você, até citei seu nome, se não gostar da idéia, me avise que tiro.
abraço perfumado

Márcio Ahimsa disse...

Oi Van,

sinta muito, sinta muito essa emoção toda, sinta muito as coisas da vida que te fazem assim, repleta, imensa.

Beijos,querida.

edson marques disse...

VAN,



Belíssimos os teus sentimentos desgovernados!


Deliciosamente desgovernados!

Abraços, flores, estrelas..

Antonio Sávio disse...

Genialmente lírico. Sem palavras.

disse...

E você precisa pedir desculpa?
Que nada!
Adouro seus textos e sinto-me honrada por ter parado por aqui.
Beijas!!!

sifro disse...

sinto muito......vivir tan lejos de ti....sinto muito no poder compartir a tu lado la maravillosa música con la adornas tus posts.....es increible como coinciden nuestros gustos musicales!!

João disse...

Sinto muito por não poder escrever o que não sai de mim.
Mas não sinto por saber que você sabe o que sai de mim.
Te amo.

 
©2009 VAN FILOSOFIA! | by Van Luchiari