TE ESQUECER

"Quando não estás aqui, sinto falta de mim mesmo..." *



With or without you (U2) - Performed by Van Luchiari & Mahalilla

É fato! Te esquecer é uma ilusão!
Um navio ancorado numa ilha sozinha e longínqua. Um pedido de S.O.S. sufocado e invisível.
Te esquecer é enganar-me. Te esquecer é afastar-me de mim mesma.
É trocar de olhos, vestir outro corpo, outro coração. Te esquecer é uma ilusão!
Um querer amputado, um vinho raro derramado, uma partitura esquecida no porão.
Te esquecer é errar a mão, é perder o chão... Te esquecer é aniquilar a razão.
Chorar a dor desse imenso não! Te esquecer é solidão!


Te esquecer é dar o primeiro passo rumo ao abismo.
Despencar do alto em queda livre até o fundo. Te esquecer é perder o mundo!
Te esquecer é torpor. É como o tremor do primeiro trago da bebida mais forte.
Te esquecer é desdenhar da sorte, viver a vida como se fosse a morte.
Te esquecer queima! Te esquecer teima! Te esquecer me resta como carvão.
Te esquecer me cala feito segredo, me grita feito êxtase, me corta feito quilha!
Te esquecer é não acordar, é estar fora do ar, é um não-respirar...
Te esquecer é abafar a razão, dilacerar o coração. Te esquecer é acabar!

Te esquecer é escorrer lentamente das veias, gota a gota, num sangrar desesperado.
Te esquecer é um cristal quebrado em mil cacos em que eu piso.
Te esquecer é um tambor de peles rasgadas, um piano de teclas estouradas. É Silêncio!
Te esquecer é pássaro ferido, te esquecer é um rumo perdido. Te esquecer é confusão.
Te esquecer é um espelho que mente. É envelhecer rapidamente!
Te esquecer é dizer não. Te esquecer é solidão!
É fato! Te esquecer é uma ilusão! Te esquecer é uma ilusão!
Por Van Luchiari ©
* Renato Russo


Visite também: SECRET LOVE e Deu TILT no DiVAN

15 MIL RECADINHOS:

Flávia disse...

Eu passei o dia ouvindo essa música hoje. Exatamente essa aí, com você cantando. Gosto dela na sua voz ainda mais do que gosto da versão do U2, sabia? E ela me traz uma lembrança muito boa também: o primeiro comentário que você me deixou, ainda lá no antigo Cotidianidades, foi num post que trazia o videoclip de With or Without You versão Keane, e você me indicou a sua versão - e ali eu descobri muitas coisas. Descobri que além de uma tremenda escritora e poeta você era uma cantora sem igual, e mais: que além de ser uma artista completa você era doce, muito doce. O que eu ainda não sabia é que pouco tempo depois você se transformaria em um dos essenciais na minha vida. Mas hoje eu sei. Hoje eu sei :)

Te esquecer, definitivamente, é uma ilusão.

Beijos, muitos.

(P.S.: não ligue, estou nostálgica hoje)

Van disse...

FLÁ
"As pessoas entram na nossa vida por acaso, mas não é por acaso que elas permanecem"
Putz! Não é mera coincidência mesmo isso da gente ser twin de alma, sabe? Não mesmo! Essa sincronicidade, essa sintonia toda que rola com as coisas que a gente escreve e sente e ouve... Desde o primeiro instante, eu me lembro de te ler e achar que era eu escrevendo, ou de me emocionar profundamente por estar sentindo igual ou por já ter escrito algo muito parecido que misturava na hora o que era meu e o que era teu. Te sentia como uma metade afastada de mim que de longe aperfeiçoou minhas imperfeições. Um update/upgrade nas minhas palavras-alma. Um outro Eu, melhorado. "Um amigo é um outro Nós!"
Desde a primeira vez eu soube. Eu soube que você não ia passar desapercebida na minha vida. Muitas "coincidências" pra ser mero acaso, saca? É coisa maior mesmo. Pra lá do que podemos tocar com as mãos. Eu tenho certeza! E eu te amo por isso. Por ser assim como você é. Essa luz, essa perfeição, esse talento. Essa irmã-alma tão longe e tão dentro e tão Eu e tão sabedora de tudo o que eu sou, porque você também é. Só que melhor! E maior!
E ó: Não dá mais pra viver sem você na minha vida. Ah, mas não dá meeeeesmo! E adivinha? Também estou nostálgica! .... E eu queria que coubesse o MUNDO INTEIRO dentro daquela caixinha amarela que te mandei de presente!!! Juro!
TE AMO bagarai, menina linda!
BeijucasMuitasAdInfinitum.
E minha eterna admiração!

Teu disse...

Você também sente isso? Ou você é uma leitora de almas??? Caramba! Fiquei impressionado, pois eu sinto isso! Parabéns pelo insight.

Mai disse...

Oi, Van.
Este teu texto está perfeito. Vez e sempre me baixa esse sentir de 'alma-rasgada' que só uma coisa me entristece: esquecer mesmo prá poder dar uma de Florbela Espanca e depois me estraçalhar toda e me lembrar de novo...
Lindo isto.

Se só texto ou se for um contexto, para pessoas assim como tu, Flá e mesmo eu, isto é combustível, emoção, que nos move a ir sendo, quem somos....
beijos.

És linda!

Agora vou te ouvir, atenta.

Mai disse...

Ei, Van, a música acabou e é linda esta tua releitura.

Mas a ultima palavra da música, me lembrou algo que preciso te deixar..
Guerra!
Este teu texto me lembra que este 'conflito' do 'se não eu quem?', são as faixas de gaza das nossas guerras diárias.
E, amiga, eu me mato e me morro, mil vezes...

Beijinho.

Ruberto Palazo disse...

Esquecer é palavra dita em todos os cantos. Precisamos esquecer para seguir em frente, apagar do nosso passado para libertar nossas asas, finalizar uma historia para começar outras. Tudo besteira... esquecer é impossivel, pelo simples fato de ficar marcado em nossa alma. E na boa, tudo que passa por nós nos marca de alguma formaaaa, de algum jeito, e fica lá... encaro o passado como quadros pendurados nas paredes de minha alma. Eles sempre estarão lá, sempre... mas a diferença é como lido com eles. Posso cuidá-los para que nunca envelheçam ou deixá-los amarelar, envelhecer junto comigo. E para conseguir caminhando e me permitindo viver inumeras coisas deixo eles envelhecer e se tornarem otimas lembranças amareladas...
Mas esquecer? Não é possivel... esquecer é tudo isso que vc disse, tudo que vc relatou tão bem que me tira as palavras, e me faz terminar seu texto com um suspiro de concordancia...rs

Beijoooo..

Ps.. Assim como a Flavinha, tbm adorei sua versão para essa musica...rss. Ahhh...estou de voltaaa!!

Márcio Ahimsa disse...

...essa intensidade toda de tomar a vida nas mãos, essa plenitude de sentir, a gente não esquece.

Beijos, Van.

Poisongirl disse...

Adoro essa sua versão da música...
Ah lindona , é impossível esquecer quem se quer assim tão intenso.

Nos iludimos por um tempo mas logo ,logo a verdade vem pulsar dentro de nós.

Beijocas saudosas amore.

Flávia disse...

Ai, Jesus... você me fez chorar.

Mas choro bom, sabe? Choro bom.

Sou melhor não, querida. Ou talvez seja, tenha me tornado melhor do que eu era - porque eu tenho anjos comigo nessa vida. Um deles, você.

Obrigada por tudo.

Amo vc.

E o mundo, acredite, cabe inteiro naquela caixa :)

Raphael Perov disse...

Van Muito obrigado pela visita e pelo comentário. Ótimo final de semana pra ti!

É o seguinte: recebi um meme e devo passa-lo a mais 6 blogs. Bom, o seu foi um dos meus escolhidos. Espero que você goste!

É só passar lá no meu blog e pegar o seu "prêmio" (se você quiser, claro).

Abração!
Teh +

Lizzie disse...

Então que não esqueçamos. Que se saiba lembrar cada vez mais e com mais amor ao que fica.
Van, a rima que as palavras fizeram fez um versejar tão sublime que nem sei explicar. Ficou lindo demais esse post!


Beijocas
www.lizziepohlmann.com

Conde Vlad Drakuléa disse...

Lindo texto querida Van! Gostei :)

Mai disse...

Van,
não resisto em te dizer que há mulheres que admiro na blogosfera, e que escrevem sobre este tipo de amor, que é uma cachaça, ou mesmo um vício(bom, né...).
Acabei de escrever um texto pensando em 'Vans, Flávias, Patrícias, Letícias, Florbelas e, obviamente, eu....
Beijos mil....

Van disse...

A TODOS
Pessoas queridas.......
Vocês são muito importantes pra mim. Obrigada por dedicarem um pouquinho do seu tempo pra ler minhas coisas e me ouvir. Um imenso abraço e o meu carinho a todos.
De coração. Verdadeiramente!!!!!
Beijucas

sifro disse...

si supieras cuántas veces sonó tu BONO-voz por las carreteras de Irlanda....;-)

 
©2009 VAN FILOSOFIA! | by Van Luchiari