ME VEJA NOS TEUS OLHOS

* 14 dias para o segundo aniversário do VAN FILOSOFIA...
"Vejo o meu bem com seus olhos
e é com meus olhos que o meu bem me vê." (Chico/Edu)


Foto by Van Luchiari ( Quer ver mais? Clique >>>AQUI! <<< )


Gabriel - Lamb


Se tu olhasses uma vez sequer pra mim, assim bem de pertinho com teus olhos mansos e infinitos, verias que já sou tua. Completamente tua.
Verias que em mim está aquela parte que te falta. Aquele vazio que te lateja nas madrugadas ocas em que me deixas aqui, sozinha. Verias que eu sou aquela voz que te habita e quer jorrar, gritada pelo mundo, provocando as tempestades mais intensas.
Se tu olhasses bem, saberias que eu sou aquela febre que te queima e arde. Que eu sou a música que tu já não tinhas mais, porque o silêncio te habitava - frio e cruel - quando não havia ainda o meu sussurro acalantado em teus ouvidos. Quando não sentias o calor da minha pele invadindo teus sonhos proibidos e tudo era assim, pela metade. E a vida era essa latência incômoda.
Se tu me olhasses, meu amor, verias que eu sou o teu descanso e o teu alívio. O teu estímulo e o teu afrodisíaco. Se tu olhasses pra mim apenas uma vez, verias o teu destino refletido em meus olhos... Inteiro. Entregue. Ereto e pulsante.
O teu caminho está todo traçado aqui dentro de mim. Eu já conheço as estradas por onde tu virás. Eu já conheço as tuas palavras e já sei das vontades que tu tens, mesmo antes de tu mesmo sabê-las. E sei das coisas que não existem entre nós. E de tudo o que está por vir. Sei de tudo isso. Porque te vejo com olhos profundos. E a tua imagem está cravada no fundo da minha retina feito raio, chicoteando ferozmente a vida em mim.
Olhe-me de perto. O que vês? És tu! Um reflexo de mim.
Eu guardo comigo os teus segredos e o teu silêncio mais verdadeiro. Eu guardo os teus passos em minhas mãos. E as tuas mãos nas minhas entranhas. É assim que eu te tenho. É assim que eu te conheço e decifro. E assim é meu desejo, meu amor.
Se tu olhasses dentro dos meus olhos, encontrarias tudo o que procura. Um pedaço iluminado de mim que é só teu! Só teu!
Se tu olhasses, verias que eu já me entreguei há tempos! Que já saltei nesse abismo em que te escondes... nua, de asas abertas ao teu encontro. E é por isso que tu permaneces ao meu lado, mesmo sem saber direito por que fazes isso. Mesmo negando-me vez ou outra. Mesmo assim, relutante e arredio. Tu bem sabes. Se sair de mim, não serás mais quem és. Se te afastares dos meus olhos, a tua imagem fugidia não mais será tua. E então eu também te escaparei pelos vãos dos dedos, do corpo, da pele, da alma. E tudo então se disfarçará de solitude e escuridão.
Por isso permaneces assim. Preso.
Tu me habitas e me tem. Tu te vês em minha alma fresca e urgente. Acorrentado... Não à mim, mas à tua própria imagem refletida em meus olhos, em meus poros, em minhas palavras, em meu escorrer de doces líquidos e de irrealidades. Sabes que serei eu a tua única verdade. Até o fim dos tempos.
Então não fujas. Nunca te ausentes de mim. Fiques! Olhe-me mais de perto!
Uma vez sequer, me vejas a mim e não a ti!
Ah, se tu olhasses...


Por Van Luchiari ©

Todos os direitos reservados

25 MIL RECADINHOS:

Anônimo disse...

teu belo poema me fez lembrar de uma musica de ney matogrosso:jeito de amar "são teus os meus segredos que eu tenho guardado em mim...".É impressionante como os teus poemas tocam nos meus afetos mais escondidos.Quando te leio tenho orgulho de ser mulher.BJO

Mago Ykhro disse...

Eu sempre falo fitando o Infinito, o qual imagino ser de azul-turquesa (às vezes, muito azul ou até mesmo verde). E até penso que o vejo me olhar em certas páginas da internet.
........
........

Mas esse discurso...!
Bem, quero dizer que é a primeira vez que o Infinito parece falar através de um texto como se fosse diretamente me respondendo!
Senti mesmo!!!

Monday disse...

se eu olhasse todos esses olhares que você pediu para serem olhados, moça, você não ia precisar pronunciar mais nada ... ah, se eu olhasse ...

Ricky Bar disse...

Olho e sinceramente, gosto do que vejo.
Bom te ler, pena não te ter!
Bom dia

Gerinho da Terra disse...

Van, boa tarde.
Sem nenhum comentário profundo hj. Só queria dizer que sinto parecido com vc o olhar. Se quiser dar uma olhada, entra no meu blog e olha o poema do dia 11 de dezembro. se chama O Espelho.
Beijos e belo texto.
FUI!!!!!!!!!
Gerinho da Terra

Mai disse...

Van,

se não olhou, perdeu porque a 'menina dos teus olhos' chupa morango gemendo...
Não é qualquer uma que dá esse 'temperinho' é só a Van.

E se perdeu, desocupe a 'moita' que outro-um vai 'oiá'

como dizes: beijuca...

Ricardo Valente disse...

Ás vezes, eu penso por que amar, quem não ama a gente? Resposta não tem, mas... ainda bem. Caso contrário, tu não terias essa mão solta. Esse pensamento lancinante.
Beijo, minha Van. Obrigadaço pelo
prêmio. O mais importante de tudo é saber, que você gosta de mim (com a mala!). Beijo, minha linda!

Zingador disse...

Minha querida Van, sinto-me tão bem aqui no seu blog, porque vejo sentimento aflorando, aquecendo a pele, os nervos. Acho que me vejo muito nisso tudo que você escreve.

Adorei mesmo e adoro.

Abraço perfumado

Márcio Ahimsa disse...

Oi Van...

Gosto muito dessa intensidade que aprecio por aqui, essa você toda clara, toda inteira, sem medo, nem coragem, apenas essa você Van, incompreendida e compreendida pelos versos, pela beleza de ser somente você em qualquer ocasião.

Beijoca, querida.

Sandra Leite disse...

Van

Amo, muito, essa música. Amo pq me transporta para um lugar onde ele, aquele anjo, vive. Guardo todos os segredos. Os meus, os dele, os nossos...me deu saudades, saudades da terra do pirlimpimpim, onde a magia é meu dia a dia. Essa terra é dele e também minha.

Só a diva da poesia faria isso comigo.

obrigada! beijos

Nuno de Sousa disse...

Sempre bom olhando seus olhos viu... pena não os poder fotografar :-)
Bjs em ti,
Nuno

Graça Pires disse...

Só não vê quem não quer ver, Van.
Um beijo.

D.Ramírez disse...

Um texto que a mim encanta, pq o olhar é a voz do todo. A frase batida um olhar vale mais q palavras é pura verdade, é nele q o flerte faz arrepiar barriga e seu texto tem uma poesia singular do olhar.
Maravilhoso.
Besos

AP.Fumian disse...

Estou fascinada com seu BLOG, muito , mas muito interessante mesmo. Parabéns! Depois visite o meu também!
Abraços

Van disse...

ANÔNIMO
Brigada querida. Da próxima vez, identifique-se. ;) Beijucas

MAGO
Também senti. Lindo o que escrevestes, meu querido. Beijucas muitas.

MONDAY
Pode olhar. Não sou a medusa e você não vai virar pedra! =))))))
Beijucas

RICKY
Bom ler, ouvir, sentir... Ter é o de menos. ;)

GERINHO
Vou lá! Beijucas querido.

MAI
O pior cego é aquele que não quer ver, não é assim? hehehe
Aiiiiiii, os morangos! Aiiiiiiii!
kkkkkkkkkkkkk
Beijucas, lindeza.

RICARDO
Essas coisas viram poesia, música.... É assim que a gente realiza o irrealizável, né? Te adoro sim. Bastantão. Beijucas

ZINGADOR
Que delícia de ouvir! Abraço-te de volta! Fofo! Beijucas

MÁRCIO
Eu realmente procuro ser assim, sempre eu. Sempre inteira. Verdadeira. Que bom que você vê!
Beijucas

SANDRA
Ô, lindonaaaa! Terra boa essa dos anjos! Que delícia! =)))) Que linda, você. Beijucas

NUNO
Pode fotografar sim! Eu deixo!
=))))) E aí? Quando marcamos o ensaio? hehehe
Bem-vindo, querido.
Beijucas

GRAÇA
Verdade verdadeira!!!!! Tem muito cego nesse mundo. Saramago bem sabia disso. ;)

D. RAMIREZ
Querido, que bom ouvir isso. Vindo de um artista como você é realmente uma honra. ;) Beijucas

AP
Com certeza irei te ler, querida. Seja bem-vinda, sempre! =)))))
Beijucas e muito obrigada!

Lost disse...

Huumm, intenso e leve ao mesmo tempo. Querer ser feliz é a lei!

Beijos

sagher disse...

está no meu blog um premio para ti.

sifro disse...

completamente mía.......eso quisiera, para escuchar tu voz, para verte teclear, para hablar a través de la palabra y los gestos.....para ver tu "imagen refletida em meus olhos"....

Leticia disse...

Amore que olhar!
Estava aqui recitando essa beleza de poema para o Anjo ...Van embalando o romance.

Saudades imensas lindona.

Nuno de Sousa disse...

Já conhecia essa fotos do flickr, mas calculo que tenhas outras mais... ui :-)
Realmente tens uma fotogenia fora do comum... pena estares longe se não pediria para te fotografar... deixavas :-)
Bjs e um bom fds
Nuno

Flávia disse...

SE.

Mas, quem não é capaz de olha e não ocnsegue ver, não merece. Merece?

Lindo, as always.

Amo vc.

Um beijo!

Gerinho da Terra disse...

Tá demorando por que outro trabalho seu aqui??
Eu queroooooooo.
Quem mandou fazer coisas que viciam??
Beijos

PALAVRAS AO VENTO disse...

Simplesmente lindo...
Este blog foi uma descoberta maravilhosa.
Parabéns
Te acompanho
bjs

Anônimo disse...

Aviso porque não suporto esse tipo de desonestidade.
Teu poema foi plagiado aqui:
http://clubecaiubi.ning.com/profile/SilviaMendonca

Você tem um belíssimo trabalho e não merece passar por esse tipo de aborrecimento. Tem de cortar o mal pela raiz.

Desculpe não poder me identificar.

Abs.

Anônimo disse...

Muito triste o seu texto ser plagiado!

Todos nós, corremos o mesmo risco!

Abraços

 
©2009 VAN FILOSOFIA! | by Van Luchiari