IMAGINARIUM ©

Imagina.......
Imagina se você nunca mais se perdesse de mim...
Se nunca mais esquecesse os caminhos...
Se tudo fosse aqui e tudo fosse agora...
Imagina....... Imagina...... ©


Everything - Jes ft. Tiesto

Mesmo sabendo da tua natureza fugidia, mesmo assim eu arrisquei-me segurar-te as mãos. Talvez elas não soltassem meus dedos e meus sonhos. Talvez elas fundissem-se nas minhas e tudo tornar-se-ia confuso e misturado, sem que um ou outro soubesse que mão era de quem.
Mesmo sabendo da tua essência etérea, eu forjei tua imagem firmemente em mim, sulquei meu corpo com as coisas que você me deu, com as palavras que você me disse.
Esculpi em meus poros as sensações e os arrepios que tu me causastes. Compus um imaginário concreto com todos os teus chegares. Fiz-te existir em mim de tal forma e tanto, que mesmo assim escorregadio e encantado, tu nunca mais desejasses sair desse colo, desse abrigo que eu te fiz na superfície profunda dos meus olhos. Das minhas entranhas, fiz um ventre macio a receber-te. E da minha voz, um sussurrar delicado a soprar-te vida, eternidade, desejo.
Mesmo sabendo dos teus caminhos impossíveis, trilhei-te os atalhos, cravados em cada poema, em cada letra. Uma escala ascendente de pelos, gozares e tremores que, inevitáveis, despejavam-te inteiro em minha estrada.
Mesmo sabendo da ironia talhada no desencontro do tempo, tracei um esboço paralelo à tua existência e encostei o meu chegar no teu. Sorrateira, fiz-me constante e perto. Sem rotas de fuga, sem subterfúgios, sem delongas ou demoras.
Assim, mãos dadas com as dimensões outras em que habitas, fiz-me desvio e pecado. Engano e feitiço. Fiz-me sonho, surpresa, magia e realidade. E fui tua, finalmente. Sempre serei. Enquanto durarem tuas mãos, tuas vidas, teus sonhos, teus caminhos, tua essência.
Ad infinitum. Ad eternum.


*Texto registrado na Biblioteca Nacional.
Todos os direitos reservados ©

Creative Commons License

IMAGINARIUM © by Van Luchiari is licensed
under a Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-
Vedada a Criação de Obras Derivadas 2.5 Brasil License



Visite também Deu TILT no DiVAN e SECRET LOVE (proibido para menores)


8 MIL RECADINHOS:

Merlin disse...

...Ad infinitum.Ad eternum.

V aticínio
A rdente
N ítido

sifro disse...

Imagina.......
Imagina se você nunca mais se perdesse de mim?
Se nunca mais esquecesse os caminhos?
Se tudo fosse aqui e tudo fosse agora....
Imagina......

imaginas que los sueños se hicieran realidad??? ;)

Joe_Brazuca disse...

Por vezes o outro não é...Passa a ser por algum tempo, mas continua não sendo...Vive-se isso a cada segundo de todos os nossos dias, não há dúvidas...Aliás , só elas, as dúvidas, existem...

Muito bom, Van !
um beijo

tita coelho disse...

Oie menina lindaaaaa
Demais tuas letras... Imaginário de desencontros (des)marcados.
Beijos menina

Mago Ykhro disse...

Ouço o coração, sinto o vento, redimensiono o tempo.
Perpasso a dimensão. Laço o sentimento. E contemplo.
Uma lux-refração. Uma seara farta. Uma mulher e sua marca.
............
Um verso a repercutir? Uma prosa pra refletir?
Azul turquesa, com certeza, lux-indicari, lux-venir-Luchiari.

NiNah disse...

A danada é por isso que as pessoas querem copiar, mas original só você. Nem adianta. ;)
Lindo esse seu escrito. Básico! rsss
Bjos bonita

Danielle Freitas disse...

Lindo texto, bela música! Percorrir pelo teu imaginário!

Cristiane Marino disse...

Lindissimo seu texto e seu blog! Gostei muito daqui!

Como faço para adquirir o livro Coletâneas - Balaio de idéias?

Bjokas

 
©2009 VAN FILOSOFIA! | by Van Luchiari