REBENTO ©



Inaugurar-me.
Inaugurar-me diariamente.
Corpo. Boca. Rima. Mente.

Deixar-me nascer.
Tocar cada letra.
Doer cada verso.

Conhecer meus inversos.
Gozar meus intentos.
Lamber meus rebentos.

Pulsar meus infinitos
Oferecer-me todos os gritos
Sorver-me todos os ecos.

Nascer lentamente.
Destilar-me.
Diariamente.

Inaugurar-me.
Infinita e constantemente.

Até que eu seja
finalmente
parecida comigo.



Van Luchiari ©
*Texto registrado na Biblioteca Nacional. Todos os direitos reservados ©
REBENTO © by Van Luchiari is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-
Vedada a Criação de Obras Derivadas 2.5 Brasil License

* Foto: Francisco Lopes

11 MIL RECADINHOS:

IvanZuchi disse...

Procuro, sem sucesso, saber o sentimento que me assalta ao ler-te... É muito pouco, quase nada o que consigo descobrir. Sei que é intenso e me provoca um desassossego, uma inquietude... um desejo de quero mais. Mas quero mais de ti ou da poesia que escreves?

Eurípedes disse...

Faço coro ao Ivan sobre o sentimento te lendo.
Sempre de difícil interpretação mas sempre fácil perceber que a cada escrito você acaba se superando.
Abração Van!

veramaral disse...

Seus textos é que nos estimulam, inspiram e dizem tudo o que precisamos para preencher nosso espírito...
Você é "Iluminada", é "Grande" é "Tudo"...
Quanto mais leio seus textos mais a conheço...
Sua arte é completa!!!
Bjos,
@veramaral

Anne Caparelli disse...

“ Inaugurar-me diariamente.
Corpo. Boca. Rima. Mente.

Deixar-me nascer.
Tocar cada letra.
Doer cada verso. ”

É perfeita!
Como sempre surpreendendo a cada texto novo, tweet...

Continue sempre assim!

Parabéns tocadora de almas! :)

giselle disse...

Lindo...

inaugura-nos!


beijos, te adoro minha linda...

Giselle Zamboni

Jefferson Fernandes disse...

Leio-te sempre com o entusiasmo daqueles primeiros versos. E me inauguras, sempre, a cada palavra tua.

Beijos, grande poetisa.

Fernando Amaral disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Fernando Amaral disse...

Sempre... e ao inaugurar-te, inaugura nos outras letras, letais. Vício, lícito.

Arcebispo disse...

Nunca parar de procurar o que nunca poderemos encontrar na totalidade: nós mesmo. Adorei, na forma e conteúdo.

VANUZA PANTALEÃO disse...

Quase minha xará, sempre vendo seu link no Sérgio...
Inauguro-me, inauguro-te.

Boa semana!!!

Barbara C disse...

Tão lindo.

Seu blog ta lindo.


Beijos
Inaugurando rs.

 
©2009 VAN FILOSOFIA! | by Van Luchiari