TUDO O QUE EU SOU É SEU ©

Ao meu amor...

Tenho pensado em você...

A você eu dedico todas as idades que já tive e as idades que ainda vou ter.
Você que diariamente me ama e me encara. Você que suporta minhas manias e meus erros, minhas tolices e minha preguiça, meu caos e minha ordem, minhas desilusões e minhas conquistas. Minhas pausas.... meu barulho e meus silêncios.
Você que me vê como eu sou e ainda assim permanece.
A você eu dedico a minha imagem. Essa que os seus olhos refletem tão nitidamente.
Quero manter-me viva pra você! E nunca lhe machucar. Porque não posso lhe machucar sem me ferir, sem me sangrar.
A você eu dedico tudo o que eu fiz e tudo o que eu disse até hoje.
Tudo aquilo que me fez ser o que eu sou... é pra você. Eu lhe dou essas coisas todas que enumero e tudo o que eu lembro.

Você que me puxa de dentro do meu próprio poço, de dentro do meu medo. Você que sobe no palco junto comigo e sente-se inundado de tanta luz. A você eu dedico as palavras todas! Mesmo as que eu ainda não disse e as que ainda não criei.
É por você que o dia nasce. E é por você que anoitece. Veja! As estrelas no céu, são todas suas! As minhas estrelas e os meus êxtases são seus.
Eu lhe dedico o meu mágico poder de trazer estrelas para as brincadeiras.
Eu lhe dedico o meu caminho, mesmo que torto! Percorra-o comigo! Há uma longa estrada de pedras preciosas e quero lhe dar cada passo dela.
Eu lhe dedico toda a minha coragem. Eu lhe dedico os meus cuidados. Eu lhe dou o meu talento. Os meus espinhos e as minhas dores. A minha sina, a minha voz. Todos os riscos que eu corro... são seus.
É por você que eu canto! E eu quero cantar você bem alto de todos os telhados do mundo. Eu lhe grito e sussurro tudo o que eu sou.
Eu lhe dou também a minha sombra. O lado oculto que habita em mim. Aquele que sonha e que esquece. Aquele que morre um pouco a cada dia. Aquele que dói, que lateja. Que erra, que envelhece.
Eu lhe dedico essas coisas todas que enumero e onde habito: o meu sorriso no fim do dia, as minhas pernas e o meu corpo, mãos, bunda, sexo, lábios, nuca, braços, língua, dedos, pés, coxas. A minha boca, calada ou não. As minhas tempestades e as minhas calmarias. As minhas introspecções e os meus devaneios. O meu rosto e o meu olhar. Todos os meus 'eus' menores. Todo o meu sagrado. Todo o meu profano. Todo o meu erótico e o meu santuário.
Tudo aquilo que passa por mim e aquilo que eu crio. É tudo pra você!
Eu lhe dou o meu farol e a minha luz. Eu te dou também a minha escuridão. E olhos pra me olhar quando tudo o mais se apagar.
Tudo o que eu sou é seu!
Isso é tudo o que eu posso oferecer....
E é tão pouco. Porque eu sou pouca.... Mas ainda assim é o meu tudo.
"Se eu tivesse mais alma pra dar, eu daria. Isso pra mim é viver".*

Van Luchiari ©
*Texto registrado na Biblioteca Nacional.
Todos os direitos reservados ©

Creative Commons License
TUDO O QUE EU SOU É SEU © by Van Luchiari is licensed
under a Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-
Vedada a Criação de Obras Derivadas 2.5 Brasil License

*Djavan

Visite também VANZINE e SECRET LOVE (proibido para menores)

6 MIL RECADINHOS:

tita coelho disse...

Ai que lindo, que declaração de amor Van! Parabéns aos pombinhos que juntos são um.
Beijos menina :)

Ruberto Palazo disse...

Uauuu....
Dificil definir o amor, mas entregar-se assim é prova de que estamos nesse estado...

Otimo te ver assim...

Beijos

paulo disse...

Sempre inspirada e aberta e leve e solta e dada e apaixonada.

Belo texto Van

Beijo

Hugo Fernandes disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Hugo Fernandes disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Hugo Fernandes disse...

Wooooh. Meu deus, Van, que coisa mais linda!!! O Dani é um cara de sorte. É raro o amor puro, verdadeiro e definido <3 hahaha

 
©2009 VAN FILOSOFIA! | by Van Luchiari