ESCORRER TEMPESTADES ©




Só você não vê...

As minhas tempestades são tuas!
O meu desejo é todo teu!
Molha tua boca em mim.
Lambuza teu corpo com meu gosto.
Molha tua língua no meu escorrer erótico e latejante.

Pensar em ti é decretar meu derramamento.
Ensopar-me. Lambuzar-me.
Entregar-me ao teu intento.
Lamber os maremotos. Parir as correntezas.
Libertar-me nos teus cantos. Lançar-me em cada vento.

Por ti eu me dispo em todas as tempestades.
Invento-te e amo-te na minha úmida fantasia.
Devoro-te. Engulo o teu o amor como uma iguaria
feita pra me fartar e saciar minhas vontades.

Quando penso em ti, as tempestades são profundas e intrínsecas!
Eu me derreto em tuas águas num torpor lento e poderoso
E em mim tudo torna-se ensopado e quente.
Meu desejo por ti me consome, deliciosamente.

A minha maior tempestade é tua!

Só você não vê!

Ainda te espero...


Van Luchiari ©
*Texto registrado na Biblioteca Nacional.
Todos os direitos reservados ©

ESCORRER TEMPESTADES © by Van Luchiari is licensed under a
Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-
Vedada a Criação de Obras Derivadas 2.5 Brasil License

12 MIL RECADINHOS:

Andreza disse...

Simplesmente lindo! Que dom incrível a sua poesia tem de descrever os meus sentidos, desejos, vontades, temores, amores! Me senti frente a mim mesma lendo suas belas palavras! Amei.

Arcebispo disse...

Sabendo não o ser, quase, não quase, mesmo, desejo fossem palavras para mim. Porque é como as leio, directas à alma, sei que à minha e de todos/as que as lerem, isso o que faz das tuas palavras magia, o ser imaginação este agarrar dos sentimentos, esse dizer dos nossos desejos que, não conhecidos, descubro em mim ao ler-te.
Fazes das palavras desejo, mesmo onde o não houvesse.
Lindo.

Arcebispo disse...

Tenho que deixar outro comentário porque afora sim encontrei o que queria dizer: dar um novo sentido à expressão

Faço minhas as tuas palavras.

Literalmente, faço, torno-as minhas.

SOULSHADOW disse...

Fico impressionado com a facilidade que voce tem em escrever algo tão sensual e de extremo bom gosto..sério !!

Malice Miller disse...

É Van... às vezes a gente se consome de uma forma louca, enlouquecida e o outro não vê.
Lindíssimo, continue a nos brindar com estas maravilhas.
Bjs!

Paulo R. Diesel disse...

Sempre nos brindando com tuas delicias. Sabemos que todas as água correm para os rios, mesmo as das tempestades...

Beijo Van

Nanda Botelho disse...

Quente esse encontro, hein?

Tenho sentido essas coisas ultimamente. Bagunçou um pouco minha vida, mas tá dando para levar...

Bjão!

Du disse...

Desejo transbordante da alma, alma de flores e versos de puro prazer!

Lindo!

Carlinhos Medeiros disse...

um deleite, Van! Adoro poemas eróticos que fertilizam minha imaginação...Bjs e continue parindo pérolas.

Daniela Slindvain disse...

Van,

Adoro uma boa tempestade, ainda que me faça perder o chão. ;)

Amo seu textos, moça!

Beijocas...
Dani

Jester disse...

"...Parir as correntezas..." Gosto das imagens que tu crias. Gosto demais do que tu escreves. Sempre uma entrega exagerada. Demais! Um beijo!

Juliana Porto disse...

Tão saboroso e peculiar esse teu espaço! Estarei aqui sempre que puder!
Um beijo, um queijo e um óculos pra ele.
=P

 
©2009 VAN FILOSOFIA! | by Van Luchiari