PRELÚDIO PARA MÃOS E BOCAS




Leito, rio, deleito-me.
Deite, deleite-se, ria-rio.
Já é. Já há-mar.
(suspiro) 
Sou de um silêncio inquieto.
Pausa. E movimento.
Colcheia. Vibrato. (E não pouco)
Vibrato. E pausa. E vibrato.
O amor é uma sinfonia.
Tua sinfonia é o amor.
Grato. Acato.
Beijo em boca chiusa.
Beijo em terça. Boca operta.
Soo. Da capo ao coda. Ad libitum.
Ad libitum. Ouço.
Beijo partido. Beijo inteiro.
Mezzo forte, Crescendo. 
Interlúdio de nós.
Lá se vão as noites, os rios.
Lá se vão os leitos, sonho, deleite.
Dedos, tremores, repente.
Lá se vão os acordes.
Acorda, amor.


(Poema de Van Luchiari e Jayme Serva)


Ilustração: Joshua Petker.




1 MIL RECADINHOS:

Hélio Jorge Cordeiro disse...

Van, faz muito tempo que não venho aqui neste incrível blog. O faço agora para lhe comunicar que andei acertando o endereço do meu blog e agora ele está assim:

http://ocubancheiro.blogspot.com

bjos
Hélio

 
©2009 VAN FILOSOFIA! | by Van Luchiari